“Vamos para qualquer parte de Brasil”, afirma cubano sobre retorno ao Mais Médicos

4
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


“Vamos para qualquer parte de Brasil”, afirma cubano sobre retorno ao Mais Médicos

Quem diz é Yubeidy Mora Venero, recontratado pelo programa Mais Médicos para ajudar o Brasil no combate ao coronavírus. Ele também lembra que cubanos que vieram ao País sempre atuaram na atenção primária, o que ajudará na luta contra a doença

(Foto: Esq.: Reprodução)

247 – “Somos 2.000 cubanos, vamos para qualquer parte de Brasil. Indiscutivelmente vamos ajudar a evitar a doença e a controlar os focos”, afirma Yubeidy Mora Venero, recontratado pelo programa Mais Médicos para ajudar o Brasil no combate ao coronavírus.

“Mais do que contente com a chance, estamos necessitados, desempregados. O que ganhou hoje só dá para pagar a comida e a casa, além dos meus estudos para o Revalida”, diz ele em entrevista ao UOL.

O médico também lembra que cubanos que vieram para o Brasil sempre atuaram na atenção primária, o que ajudará na luta contra o coronavírus. “Tenho 12 anos trabalhando nesse espaço que se fundamenta na epidemiologia, na prevenção — que é o principal tratamento que temos para muitas doenças, principalmente para o covid-19”, afirma.

Vale ressaltar que a relação de Bolsonaro com Cuba não é das melhores. Em novembro de 2018, o ministério da Saúde da ilha caribenha anunciou que deixaria o Mais Médicos em protesto contra o ocupante do Planalto.

“O presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, com referências diretas, depreciativas e ameaçadoras à presença de nossos médicos, declarou e reiterou que modificará os termos e condições do Programa Mais Médicos, com desrespeito à Organização Pan-Americana da Saúde e ao acordo desta com Cuba, ao questionar a preparação de nossos médicos e condicionar sua permanência no programa à revalidação do título e como única forma de se contratar individualmente”, dizia o texto do Ministério da Saúde cubano.

Depois de eleito, Bolsonaro afirmou que sempre foi contra o programa Mais Médicos. “Primeiro por uma questão humanitária, 70% [do dinheiro] ficam com o governo deles, e não temos a menor comprovação de que eles realmente sabem o que estão fazendo. É trabalho escravo e eu não vou convidar pra ficar”, continuou. “É trabalho escravo e eu não vou convidar para ficar”, afirmou ele depois, em coletiva no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Naquele ano, Bolsonaro recuou e disse que manteria o programa.

Compartilhe a Verdade:



Compartilhe a Verdade!

Sayler Céfas

Viva ao Rei Viva ao verbo Viva ao portador da Luz

4
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Jonathan MunizCatarina MeloCaroline Fernandes Rímoli Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Caroline Fernandes Rímoli
Membro
Caroline Fernandes Rímoli

Luz pra nós!

Catarina Melo
Admin

Luz pra nós!

Jonathan Muniz
Editor
Jonathan Muniz

Luz p’ra nós!

Jonathan Muniz
Editor
Jonathan Muniz

Luz p’ra nós!

Next Post

O Apocalipse chegou?

sáb mar 21 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade:   Salve EDL; Quem puder ajudar no like e compartilhamento… Agradecemos. Amanhã cedo vamos tentar sintonizar um podcast. Não esqueça do merch pf.     Luz p’ra nós Compartilhe a Verdade: 60 SHARES Compartilhe no Facebook Tweet Follow us Share Share Share Share Share Sobre […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Alessandra
Jucemar Mello
Rafael Luz
Rayana Urania
Sayler Céfas

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos

Selo

300 Téritos

People who have earned this:

  • Admin bar avatar
  • Admin bar avatar
  • Admin bar avatar
error

Seja caminho para a Verdade

Pular para a barra de ferramentas