sex. fev 26th, 2021

Tribo Gurung, Os Caçadores de Mel

Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


A tribo Gurung, que vive nas montanhas no distrito de Kaski, Nepal, é conhecida por pegar favos de mel nas encostas das montanhas e copas de árvores e essa antiga tradição perigosa vem de centenas de anos atrás, passadas de pai para filho ao longo dos anos.

Os caçadores escalam atrás de um mel, de coloração avermelhada, proveniente da maior abelha do mundo, a Apis Dorsata Laboriosa, também conhecida como Abelha do Penhasco, que existe apenas no Himalaia e pode chegar a medir três centímetros. Além disso, é considerado o mais valioso que há, por conta de suas qualidades inebriantes e relaxantes.

Os nativos da região, chamam esse mel de “mel louco” por conter uma toxina chamada graianotoxina que é venenosa para os humanos. O mel que é feito desse néctar venenoso é um alucinógeno que possui inúmeros benefícios para a saúde e em pequenas quantidades, é relaxante e inebriante, mas em doses maiores, pode causar intoxicação de rododendro, ou intoxicação por mel, o que provoca vômitos, fraqueza muscular e irregularidades cardíacas.

Para alcançar as grandes colmeias é preciso arriscar-se em meio a vertiginosas falésias e a fúria dos insetos. São utilizadas ferramentas artesanais e apenas uma corda simples para manter-se pendurado a 50 metros de altura, sem nenhuma proteção e ainda inalando fumaça. Tudo para manter suas aldeias abastecidas.

O povo Gurung possui uma população de aproximadamente 115 mil pessoas e, apesar da grande maioria já ter migrado para cidades do Nepal, ainda há aqueles que vivem em aldeias. Durante duas vezes ao ano, os habitantes da tribo saem a procura de favos, e utilizando ferramentas simples, feitas a base de bambu e cipó e sem nenhuma proteção. Para retirarem o mel, eles queimam folhas para produzir fumaça e afastar as abelhas.

Os gurungues formam o grupo predominante da região Annapurna mas ao seu redor há outros grupos – que ocasionalmente podem se misturar ao gurungues dentre os quais estão os tamangues, thakalis, magares e os habitantes das terras baixas de Manang e Mustang.

Essas tribos são pouco distintas dos gurungues quanto à língua e à cultura; de fato há íntimas relações entre eles sendo comum ocorrerem casamentos entre as tribos. Os gurungues misturam-se pacificamente e existem muitas amizades entre idiomas castas e divisões de grupos.

 

Portais
 Fortaleça no merch!

escoladelucifer.com.br
unebrasil.org
unebrasil.com.br
unebrasil/livrolucifer
querovencer.unebrasil.com.br
congressodigital.unebrasil.com.br

Luz p’ra nós!

Compartilhe a Verdade:


5 1 vote
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Entre com:




Subscribe
Notify of
11 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Arlete Lima
19/01/2021 12:30 pm

Interressante o mel alucinógeno! Luz pra nós!

Leonardo Moreira
19/01/2021 2:04 pm

Loucura, mas deve valer a pena p’ra eles.
Luz P’ra Nós!

Camila Ribeiro
19/01/2021 2:43 pm

Luz pra nós!

W.Silva
19/01/2021 3:13 pm

ja diz o ditado né ” quando o mel é bom, o humano sempre volta! ” rsrs #luzpranos

José Ricardo Dos Santos
19/01/2021 7:54 pm

Luz p’ra nós.

Diego Costa
19/01/2021 9:45 pm

Muito interessante, não imaginava que existia mel alucinógeno, raro e valioso

Silvia Cristina Rodrigues
19/01/2021 10:00 pm

Opaa…Mel poderoso, muito rico! Quem dera pudesse provar… Luz p’ra nós🐝🌻

Macauley Shivaya ''Mago''
19/01/2021 10:03 pm

Luz para nós!

José
20/01/2021 6:09 am

Luz pra nós

Bruna Sollara
20/01/2021 10:45 am

Gratidão pelo post
Luz p’ra nós!

Williams Rodriguez
21/01/2021 10:59 am

Luz pra nós!

error

Seja caminho para a Verdade

11
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas