sex. dez 6th, 2019

Sanções dos EUA causaram redução de 7% no PIB venezuelano, Afirma analista

Compartilhe a Verdade:


Sanções dos EUA causaram redução de 7% no PIB venezuelano, Afirma analista

Entre 2013 e 2017, as sanções dos EUA causaram uma redução de 7% no PIB da Venezuela, presidida por Nicolás Maduro, informou Aníbal García Fernández, integrante do Centro Estratégico Latino-Americano de Geopolítica (CELAG)

(Foto: Marco Bello – Reuters)

As sanções dos EUA aplicadas contra a Venezuela causaram uma redução de 7% no PIB deste país sul-americano entre 2013 e 2017.

A Venezuela registrou uma queda do seu Produto Interno Bruto, disse à Sputnik Mundo Aníbal García Fernández, integrante do Centro Estratégico Latino-Americano de Geopolítica (CELAG).

“O bloqueio da Venezuela pelos EUA levou a que, nos últimos cinco anos, o país perdesse mais de 7% do PIB, o que fez com que muitas pessoas não tivessem acesso a alimentos e medicamentos”, destacou Fernández, que investiga há vários anos o impacto das medidas impostas pelos EUA.

O presidente estadunidense endureceu as sanções contra a Venezuela esta terça-feira, congelando todos os bens do governo venezuelano em território dos EUA, que pertençam a cidadãos norte-americanos ou que estejam sob o seu controle.

O decreto do governo Americano se aplica ao Estado e ao Governo da Venezuela, a qualquer subdivisão política, agência ou sua estrutura, incluindo o Banco Central da Venezuela e a estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA).

“É possível que, com a introdução destas novas sanções, mais pessoas fiquem com falta de alimentos e medicamentos porque restringe a entrada de divisas na Venezuela […] Mas é preciso lembrar que o governo venezuelano tem grande apoio popular. Apesar dos problemas econômicos, não estou vendo a saída de Nicolás Maduro nos tempos mais próximos.

Desde 2013, grande parte do sistema financeiro internacional vem favorecendo o bloqueio das operações financeiras da Venezuela, explicou o especialista.

Uma investigação da CELAG indica que os bancos Citibank, Comerzbank e Deutsche Bank, entre outras instituições financeiras, se prestaram a operações de bloqueio financeiro.

População venezuelana com falta de medicamentos

Em 2017, 300 mil doses de insulina pagas pelo Estado venezuelano não chegaram ao país porque o Citibank bloqueou a transação.

Um total de 23 operações no sistema financeiro internacional não foram aceites este ano, entre elas 39 milhões de dólares em alimentos, produtos básicos e medicamentos.

sputniknews.com/

 

Veja também

 

 

 

Cada clique é um tijolo pro Reino

Luz p´ra nós

Compartilhe a Verdade:


12
Deixe um comentário

Please Login to comment
7 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
Douglas CeronMárcio HenriqueJonathan MunizMiryam Yoshiko Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ronaldo Vieira
Membro

Luz p’ra nós!!

Raquel Broll
Membro

Salve irmão luz pra nós

Miryam Yoshiko
Admin

Gratidão pelas matérias que denunciam essa podridão do sistema!
Que a massa desperte para a verdade cada vez mais!
Luz p’ra nós ✨🙏

Douglas Ceron
Editor

Sayler metralhando a verdade com uma .50 pra derrubar a farsa kk

Douglas Ceron
Editor

Salve guerreiro Sayler.
A verdade ecoando!
Luz pra nos

Jonathan Muniz
Admin
Jonathan Muniz

Luz p’ra nós!

Márcio Henrique
Membro

Como sempre, a enorme sanguessuga mundial (EUA) por traz de toda merda que acontece. Força Venezuela!!!

Membro

Luz pra nós.