Rússia fortalece seu laço e apoio aos palestinos pelo Cristianismo

9
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


Foto: O presidente da Rússia, Vladimir Putin (R), é recebido pelo patriarca ortodoxo grego de Jerusalém Theophilos III durante sua visita à Igreja do Santo Sepulcro, na antiga cidade de Jerusalém, em 26 de junho de 2012 [ALEXEY DRUZHININ / AFP / GettyImages]

Rússia fortalece seu laço e apoio aos palestinos pelo Cristianismo

O presidente palestino Mahmoud Abbas recebeu seu colega russo, Vladimir Putin, na cidade de Belém nesta semana, e não Ramallah. A escolha do local deu à reunião um aspecto inconfundivelmente cristão, algo que tem sido usado pela Rússia recentemente em suas relações externas. Talvez dai o ataque que parte por parte dos EUA, aos comandaos de Israel, sempre que algum conflito político é mostrado pela mídia sionista anti-cristã jogando sempre de forma subliminar a Rússia como “errada” na história.

No mês passado, Putin se reuniu com o patriarca da Igreja Ortodoxa Grega de Jerusalém, Teófilos III, para discutir as dificuldades enfrentadas pelos cristãos no Oriente Médio. Ele expressou seu apoio à preservação das propriedades ortodoxas na cidade e à proteção dos cristãos da região. A Rússia anunciou em novembro sua intenção de proteger os cristãos do Oriente Médio depois que Putin encontrou o Patriarca em Moscou com uma delegação da Autoridade Palestina.

A política externa “religiosa” também é notável com Israel se preparando para conceder a propriedade de uma igreja em Jerusalém à Rússia, como parte de um acordo para libertar uma israelense presa em Moscou. O edifício fica no complexo russo na Cidade Antiga ocupada; a Igreja de São Alexandre Nevsky e outros edifícios foram vendidos no século XIX ao czar Alexandre III.

As relações entre a Palestina e a Rússia se desenvolveram recentemente, em vários níveis políticos e econômicos. A novidade é a dimensão religiosa, que dá aos russos um ângulo adicional sobre os assuntos palestinos.

O interesse de Putin nos esforços para preservar e apoiar as propriedades ortodoxas em Jerusalém parece ser em parte para impedir que os colonos judeus os comprem ou tomem. O Patriarca agradeceu ao Presidente russo por seu apoio e por sua doação de 2016 para a restauração da Igreja da Natividade em Belém.

Por coincidência, nesta semana, a Suprema Corte de Israel anulou uma decisão tomada em junho passado pela venda de uma propriedade pertencente ao Patriarcado Ortodoxo Grego na Cidade Antiga de Jerusalém à Associação de Assentamentos Ateret Cohanim. Os palestinos estão preocupados com essas transações porque a Igreja Ortodoxa possui o maior portfólio de propriedades da Palestina, perdendo apenas para as doações religiosas islâmicas. Abbas não desafia a Igreja a vender suas propriedades para os colonos, apesar das reclamações dos cristãos árabes, provavelmente porque a aprovação da Rússia é necessária para essas vendas. A Igreja não parece estar muito preocupada em descartar suas propriedades dessa maneira.

Uma igreja ortodoxa na cidade Antiga de Jerusalém em 16 de setembro de 2013 [Saeed Qaq // Apaimages]

Os palestinos falam de cumplicidade com as autoridades de ocupação por algumas autoridades ortodoxas, entregando suas propriedades aos colonos para ganho pessoal. Outros falam de corrupção real dentro da liderança da Igreja. A Rússia pode não estar longe de fazer acordos de propriedade com grupos de colonos judeus.

Turistas cristãos russos visitam a Palestina para ver igrejas ortodoxas, propriedades históricas e vestígios arqueológicos em Jerusalém, Hebrom, Jericó e Belém. Isso pode explicar o aumento do interesse de Putin, embora a Autoridade Palestina não tenha capacidade de impedir o vazamento de propriedades cristãs para os colonos judeus, porque Israel impõe sua própria soberania sobre Jerusalém de maneira forçada desde sua ocupação ilegal.

Fontes da igreja palestina mostram que um por cento dos palestinos nos territórios ocupados são cristãos; isto é, cerca de 450.000 pessoas distribuídas pela Cisjordânia, Jerusalém Oriental e Israel. Desses, 51% estão na Igreja Ortodoxa Grega, e o restante está distribuído em sete igrejas, das quais as mais importantes são os católicos romanos e os protestantes. E quem domina isso tudo são alguns judeus…

As principais razões para a queda chocante do número de cristãos palestinos que vivem no berço do cristianismo são sua emigração FIRÇADA devido à ocupação ilegal e violenta repreensão israelense em curso, à má situação econômica e ao desejo de viver em um país mais seguro. Putin disse no ano passado que a situação dos cristãos no Oriente Médio é “catastrófica” e o líder russo descreveu sua intervenção militar de outubro de 2015 na Síria como uma guerra santa para proteger os cristãos de lá.

Isso significa que a Rússia está retornando às suas raízes cristãs pré-comunistas? A resposta é não! Não sejas imbecil a ponto de pensar desta maneira que é justamente esta que o sionismo quer incutir em sua cabeça quando se refere a Russia e sua parceria religiosa com a Palestina. Estas cutucadas realmente acontecem pelo fato de Putin estar meio que, digamos, rebelado com o sionismo pelo fato da Rússia ter um bom poder de Defesa e certa liberdade política além, claro de FINANCEIRA.

Em outubro, Putin expressou sua negatividade em relação ao “acordo do século” dos EUA e disse que havia proposto negociações em Moscou entre israelenses e palestinos, mas sem sucesso. Isso foi visto pelos palestinos como apoio a eles diante da pressão dos EUA para aceitar o acordo. Obviamente seria ignorado por Israel e EUA, pois seria, no mínimo, mais justo sob qualquer aspecto, ao demente acordo oferecido por “Pato Donald Trouble”.

A posição russa é que a causa da violência na região é o fracasso em resolver a questão palestina. No entanto, a Rússia mantém fortes relações com Israel, onde vivem 1,5 milhão de judeus soviéticos/russos. Pobre Putim, mal sabe que destes 1,5 milhão, muitos certamente são sionistas APÁTRIDAS e pouco estão se lixando para a sua “nacionalidade Russa”. Para estes o que importa é a alimentação e avanço supremacista da Falsa Israel Sionista.

O apoio dos palestinos às posições recentes da Rússia não significa que eles estejam interessados ​​em mudar da mediação exclusiva dos EUA para a mediação russa. Eles querem mediação internacional, e a posição de Putin sobre o “acordo” incentiva os palestinos a continuarem a rejeitá-lo. Isso isola ainda mais os EUA e aumenta sua hostilidade a legitimar os direitos palestinos, pois vão contra a total e completa submissão às vontade de Israel.

O desejo da Rússia de preencher o vazio deixado por Washington no Oriente Médio e seu uso da questão palestina para aumentar sua influência são óbvios. Os palestinos podem tirar proveito da polarização entre Washington e Moscou, empurrando-os para o lado de sua causa. Os russos são relativamente equilibrados em suas posições, pois também compartilham interesses estratégicos com Israel. Diferente do cão adestrado Israelense Estados Unidos – Vê se é nome de País isso!

Mesmo assim, os palestinos dão boas-vindas à parceria com os russos sem dar as costas aos americanos. Eles desejam que ambos sejam mais justos no que diz respeito aos direitos palestinos. Os contatos com a Rússia significam que o mundo não é governado apenas pelos EUA, graças a Deus, e ajuda a manter a visibilidade palestina internacionalmente. Esses contatos também podem ajudar a impedir o “acordo do século” revelado nesta semana em Washington.

Além disso, a Rússia é um dos poucos países do mundo que tem vínculos com todas as principais facções (grupos) palestinas, ao contrário dos americanos, que devem torná-los mais submissos ao tentar mediar. Israel, no entanto, não quer usar nenhum outro país além dos EUA para ficar ao seu lado, Pois a FED é propriedade privada de falsos judeus sionistas e todo o estado e força militar, bem como obviamente e propriamente o Dólar é alinhado aos comandos de Israel e isso é bem suficiente para bloquear ou retardar o progresso de Moscou ou qualquer outro País do mundo que tente is contra eles nesse sentido.

Segundo os palestinos, a Rússia está empurrando os EUA para fora do território palestino, usando sua aliança com potências regionais opostas a Washington, como Irã e Turquia. Moscou também aponta para suas realizações políticas e militares na Síria, que a incentivaram a intervir em outros lugares as organizações mercenárias que são investidas por EUA e Israel para alimentar a falsa tensão e “conflitos religiosos entre Árabes” nestas localidades. Tudo uma grande farsa armada e patrocinada pelos “defensores da democracia”.

Como membro detentor de vetos do Conselho de Segurança da ONU, o envolvimento positivo da Rússia na arena palestina pode ajudar a encontrar um equilíbrio diante do viés dos EUA em relação a Israel. Essa é outra razão pela qual Israel só negocia através de Washington. Os Russos pisam de leve nesta oposição, pois sabem da força poderosa que estes que estão contrariando detém no mundo globalizado atual. E certamente o próprio Putin como muitos outros líderes mundiais nesta oposição ao Sionista falso estado de Israel, bem sabem como pode acabar quem tentar se opor contra estes. Adolf Hitler que o diga.

No momento, portanto, o papel da Rússia está restrito a receber delegações políticas e fazer declarações diplomáticas, sem traduzi-las em ação no terreno. Embora existam claras dimensões cristãs na política externa russa no conflito palestino-israelense, o apoio americano a Israel também tem uma dimensão cristã, notadamente a forte influência dos sionistas evangélicos cegos que apoiam Israel porque são manipulados religiosamente pelo falso conservadorismo insano atual propagado por essa falsa polarização investida, sempre e acima de tudo, pelo sionismo dos falsos judeus. É sempre o mesmo ponto. Estão sempre no topo de toda crise e tensão.

Dadas as óbvias influências ortodoxas judaicas sionistas talmudicas e seu racismo religioso, bem como racismo em todos os aspectos, alimentados pelo seu senso supremacista, portanto, não é de admirar que o mundo rejeite quaisquer tentativas palestinas de vincular o conflito com Israel a suas próprias crenças religiosas baseadas no Islã. Pois o Islã é o que se tem dito como o vilão da história toda.

Judeus Sionistas odeiam Cristãos e seguem o Talmud

Veja o que os Judeus acham dos Cristãos que tanto os defendem – É necessário ser cadastrado no site. FAÇA ISSO!

  >>>>>>Proibido no Sistema<<<<<<

 

 

Quer ficar inteirado da VERDADE e participar da criação do novo mundo com base nela?
escoladelucifer.com.br
unebrasil.org
unebrasil.com.br
unebrasil/livrolucifer
querovencer.unebrasil.com.br
congressodigital.unebrasil.com.br

Luz pra nós!

Compartilhe a Verdade:



Compartilhe a Verdade!

Douglas Ceron

A verdade é viva e não exige ser provada à ninguém. Mostrá-la já é mais que suficiente para que almas dignas e grandiosas reencontrem o caminho de casa para contemplarem ao pai celestial e impronunciável com sua magnífica obra diante do verbo vivo. Luz pra nós. Amor e honra! Heil Lucifer!

9
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




9 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
RayanaDeca HoffmannJonathan MunizAdmin bar avatar Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Josimar Lima
Editor

Salve irmão! Grato por sempre mostrar os lados que não nos são mostrados na tv! Luz p’ra nós.

Luiz Cláudio
Membro
Luiz Cláudio

Luz p’ra nós!

W.Silva
Membro

#LuzPraNos

Conrado Guimaraes Cruz
Membro

Texto muito informativo e profundo ! Como sempre! Luz p’ra nós

Admin bar avatar
Membro
Wellington Nascimento

Luz p’ra nós!

Jonathan Muniz
Editor
Jonathan Muniz

Luz p’ra nós!

Membro

Luz pra nós.

Deca Hoffmann
Membro
Deca Hoffmann

Luz pr’a nós 🙏

Rayana
Visitante
Rayana

Luz pra nós!

Next Post

Eterna busca

ter fev 4 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade:Eterna busca 🌺🌺🌺🌺🌺🌺🌺 Me disseram que A vida é buscar, Mas, buscar o quê? Se a vida é buscar Então, o que é viver? Sem a busca incansável Não temos o que fazer? Sai o dia e chega a noite E qual o objetivo de viver? […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

ivan

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos

Selo

300 Téritos

People who have earned this:

Pular para a barra de ferramentas