Roger Waters: ‘Os direitos humanos se estendem aos palestinos?’

roger waters palestine uruguay.jpg 1718483346 - Roger Waters: 'Os direitos humanos se estendem aos palestinos?'

Compartilhe a Verdade:


Em Montevidéu, Waters falou sobre a importância da solidariedade internacional com a Palestina.

Roger Waters, fundador e baixista da lendária banda Pink Floyd, repreendeu os governos do mundo por falharem na defesa dos direitos humanos dos palestinos na sexta-feira em Montevidéu, no Uruguai, antes do show de sábado.

“Os direitos humanos se estendem aos povos indígenas da Palestina?” Waters perguntou retoricamente. “Aparentemente, não. Eles não têm direitos e o resto do mundo não está fazendo nada para corrigir essa terrível farsa e o erro da justiça internacional”, ele respondeu.

Waters também pediu às pessoas “as únicas que podem persuadir seus governos” a se organizar em defesa dos direitos humanos dos palestinos.

Uma palestra intitulada “A Palestina e os Direitos Humanos Hoje”, organizada pela Coordenação da Palestina, reuniu artistas, políticos, ativistas, estudantes e sindicalistas.

Durante a palestra, Waters explicou seu caminho para se tornar um ativista de solidariedade internacional, particularmente engajado na luta para acabar com a ocupação israelense da Palestina.

Water disse à multidão que seu primeiro encontro com o movimento Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS) ocorreu em 2005 ou 2006, quando se apresentou em Israel. “Eles me disseram que preferiam que eu não tocasse lá porque servia para branquear a ocupação”, então ele cancelou seu show em Tel Aviv, tocando em uma comunidade ecumênica de agricultores.

Depois do concerto, ele visitou os campos de refugiados da ocupação e testemunhou o sofrimento do povo palestino. Desde então, “eu trabalho para dar ao povo uma narrativa diferente do que está acontecendo na Palestina”.

Rogers também condenou o uso de acusações de anti-semitismo como ferramentas para criminalizar aqueles que boicotam Israel.

 


No Uruguai, o Coordinacion por Palestina denunciou a pressão do lobby israelense para cancelar o evento com Waters. O teatro Galpon, que inicialmente oferecera o espaço para o evento, voltou atrás. O diretor Hector Guido argumentou que o teatro não seria usado para “promover o confronto”. Apesar do cancelamento, os organizadores puderam transferir o evento para a sede do Plenário Inter-Sindical dos Trabalhadores (PIT-CNT).

Water também falou da necessidade de defender a água e alertou contra tentativas corporativas de privatizar o recurso vital e pediu aos movimentos sociais, ativistas e cidadãos que se organizem para impedir o surgimento de candidatos de extrema-direita. “Para manter o descontentamento de se tornar um voto para Bolsonaro ou Trump, devemos nos organizar”, concluiu Water.

7
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




6 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Sayle jrDouglas CeronSamuel RodriguesAlexandre Pontes Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Alexandre Pontes
Membro
Alexandre Pontes

Ele foi vaiado efusivamente aqui no Brasil por apontar a dominação judaica por trás do Bolsonaro.
Quando iremos despertar dessa letargia em que vivemos?

Samuel Rodrigues
Editor

da até uma agonia de ver né meu caro :/

Márcio Henrique Brito Vieira
Membro
Márcio Henrique Brito Vieira

Grande Roger Waters. Deus o proteja!

Miryam Yoshiko

Esta alma luciferiana merece nosso respeito e aplausos. Ainda citou Bolsonaro novamente. 👏👏👏

Membro

Roger Waters admirável! Incansável voz contra injustiças praticadas aos palestinos.

Douglas Ceron
Editor

Alma honrada! Forte e decidida pela verdade. Luz pra nós!

Sayler Céfas 666
Editor

Bendito seja o mestre Water
Deus já começou a ergue o reino dos justos!

Logo essa praga sionistas vai pro saco!