Por que as árvores crescem mais rápido nas cidades do que no campo?

cidade floresta chinesa tera 40 mil arvores 1 milhao plantas milao conexao planeta - Por que as árvores crescem mais rápido nas cidades do que no campo?

Compartilhe a Verdade:


As cidades não parecem, à primeira vista, o ambiente mais propício para o desenvolvimento de vegetação.

Mas, de acordo com um estudo recente da Universidade Técnica de Munique, na Alemanha, as árvores crescem curiosamente mais rápido em áreas urbanas e metropolitanas do que em bosques ou zonas rurais.

Os pesquisadores chegaram a essa conclusão ao comparar informações de 1,4 mil árvores em dez cidades do mundo – como Paris, Santiago, Berlim e Cidade do Cabo – com exemplares da mesma espécie em áreas de natureza selvagem.

 

Segundo eles, o crescimento acelerado da vegetação em áreas urbanas se deve aos efeitos das “ilhas de calor” – fenômeno climático em que a temperatura aumenta em cidades com alto grau de urbanização, devido à concentração de edifícios, ruas asfaltadas, sistemas de aquecimento e intensa circulação de veículos, entre outros fatores.

Essa diferença de temperatura pode variar de 3°C até 10°C.

 

“Podemos afirmar que as árvores urbanas são maiores que os mesmos exemplares de sua espécie da mesma idade que crescem em áreas rurais porque crescem mais rápido ali”, explica o pesquisador Hans Pretzsch, coautor do estudo.

arvores cidade sp - Por que as árvores crescem mais rápido nas cidades do que no campo?

O estudo

Os pesquisadores selecionaram árvores mais maduras de espécies predominantes em cada cidade e em seus arredores, escolhidas por representarem diferentes tipos de clima.

 

Em Santiago, única cidade da América Latina analisada, a espécie escolhida foi a Robinia pseudoacacia, conhecida como falsa acácia.

É possível encontrar essa árvore por toda capital chilena.

 

Originária do sudeste dos Estados Unidos, onde o clima é temperado e úmido, essa espécie também pode crescer facilmente em condições mais secas.

De acordo com o estudo, a diferença de tamanho se mostrou mais evidente em árvores de 50 anos (crescimento de cerca de 25%) e menos acentuada (cerca de 20%) em árvores de 100 anos.

Efeitos das ‘ilhas de calor’

ilhas de calor - Por que as árvores crescem mais rápido nas cidades do que no campo?

Segundo os cientistas, a “ilha de calor” acelera o crescimento das árvores de duas maneiras.

Por um lado, o aumento da temperatura estimula a fotossíntese. Por outro, prolonga o período de vegetação, estendendo a época do ano em que as árvores podem crescer.

O crescimento acelerado vem acompanhado, no entanto, de um ponto negativo: as árvores também envelhecem mais rapidamente.

Isso significa que, quando as árvores são plantadas na cidade para melhorar o ar e a qualidade de vida, elas vivem menos tempo e, por isso, precisam ser substituídas com maior frequência.

Independentemente das diferenças entre a cidade e o campo, o estudo mostrou que as árvores têm acelerado seu crescimento em ambas as regiões desde a década de 1960 por causa das mudanças climáticas.

6
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




5 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Elielton MarianoAdmin bar avatarWellington Pereira de OliveiraLeandro Quantum Oliveira.Aurélio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Leandro Quantum Oliveira.

Me veio em mente o jogo “The last of us”
Luz p’ra nós

Elielton Mariano
Editor

Jogasso haha

Aurélio foto perfil não funciona, help. Luz p'ra nós!
Membro
Aurélio foto perfil não funciona, help. Luz p'ra nós!

Se as árvores envelhecem e crescem mais nas grandes cidades imaginem nós pessoas (crescer não sei mas envelhecer?)nesta correria infernal que nós é imposta com altos impostos. Também o fator de ter menas árvores para competir o solo em nutrientes talvez seja um dos muitos fatores dessa diferença.

Lin de Oliveira
Membro
Lin de Oliveira

luz pra nos !!!1

Admin bar avatar
Membro
Richard Maquiavel

Ótimo post mestre
Luz p’ra nós!

Elielton Mariano
Editor

Bem Interessante.
Luz p’ra nós!