qua. set 18th, 2019

Para evitar os humanos, animais estão cada vez mais noturnos

Compartilhe a Verdade:


A sabedoria dos animais é notória, e se mesmo nós, humanos, muitas vezes temos vontade de evitar a presença de outros humanos, os animais já estão o fazendo. Um grande estudo realizado por pesquisadores dos Estados Unidos a respeito dos movimentos de 60 espécies de mamíferos nos cinco continentes concluiu que animais costumeiramente diurnos estão cada vez mais trocando o dia pela noite – e o motivo seria a expansiva e invasiva presença humana, capaz de bagunçar um ecossistema inteiro.

A violenta redução dos espaços disponíveis para a vida selvagem, assim como a queda da qualidade de tais espaços a partir do impacto da ação humana tem feito com que os outros animais não só tentem evitar locais de encontro com seres humanos, como também que passem a sair somente quando estamos dormindo. Segundo o estudo, publicado na revista Science, nos pontos onde há essa perturbação humana, os mamíferos aumentaram em 1.36 vezes as atividades noturnas em média – o que, para um animal somente significa um aumento de 68% da vida à noite.

Se não é possível evitar os humanos no espaço, a solução vem sendo, portanto, nos evitar no tempo. E tal medida não é necessariamente proporcional aos indícios de perigo que os humanos podem representar: os animais evitam o incômodo humano mesmo que este não represente uma ameaça objetiva. Tal mudança pode significar um desequilíbrio, por exemplo, nos casos de predadores não adaptados com a caça noturna. A simples presença humana, portanto, vem cada vez mais sendo compreendida pelos outros animais como algo a se evitar.

Compartilhe a Verdade:


4
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Admin bar avatarDouglas CeronThiago SilvaMarcio Alves Otero Barco Juntor Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcio Alves Otero Barco Jr
Membro
Marcio Alves Otero Barco Jr

Olha só…

Thiago Galhas
Membro

Me identifico completamente com esses animais… assim como eles, também fui me tornando cada vez mais noturno rs. Não há horário em que eu me sinta mais a vontade/aliviado, do que na madrugada. Confesso que infelizmente evito a minha espécie, e sou assim desde moleque. Obviamente isso tem sido determinante para que a minha “vida social” seja um fracasso rs. Mas esse fracasso, pra mim, não tem um gosto tão amargo assim, haja vista, que naturalmente não sinto vontade de me relacionar com a grande maioria, aliás, pra ser bem sincero e especifico, posso afirmar que hoje a única pessoa… Read more »

Douglas Ceron
Editor

Eu, para a pessoas deste teatro, também estou cada vez mais animalizado.
Lux heil!

Admin bar avatar
Membro
Henrique Barboza Vaz

Eu também estou cada vez mais longe do teatro! Luz pra nós!