sex. set 20th, 2019

Palestinos repudiarão a visita de Bolsonaro a Israel

Compartilhe a Verdade:


A visita do presidente  Jair Bolsonaro a Israel, marcada para 31 de março, promete ser alvo de protestos de palestinos, segundo fontes confirmadas de Gaza, citadas hoje pelo jornal digital Brasil 247

Na foto: Raji Sourani, ativista e advogado palestino.

Segundo o site, tal informação emanou do jornalista e escritor Jamil Chade, baseado em uma história de Raji Sourani, um dos principais ativistas e advogados palestinos em Gaza.

“Em entrevista ao blog (do Chade) por telefone, o palestino explicou que uma manifestação em várias cidades já estava organizada para o dia 30 de março, um dia antes da chegada do brasileiro.”

Mas ele explicou que “os protestos ganharão um componente de repúdio ao novo posicionamento do governo brasileiro em relação à questão palestina”.

Chade lembrar que Bolsonaro prometeu mudar a Embaixada do Brasil a partir de Tel Aviv para Jerusalém, e assim violaria resoluções do Conselho de Segurança da ONU e acentuada com uma indicação de que o governo cancela a antiga reivindicação de Israel para o controle da chamada Holy City .

‘Além disso, o Brasil deu fortes demonstrações de que irá apoiar o Governo de (Benjamin) Netanyahu em fóruns internacionais … Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores do Brasil) mudou sua posição tradicional na ONU e votou contra resoluções sobre o Conselho de Direitos palestinos Humanos ‘, diz o correspondente.

O ex-capitão do Exército anunciou que quer viajar para Israel para negociar acordos de cooperação tecnológica nas áreas de agricultura, segurança, militares e pesca, entre outros, e estabelecer uma política de grande associação com o Estado de Israel.

Espera-se também que Bolsonaro e Netanyahu discutam em sua palestra a proposta de transferir a embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém.

O mundo árabe e muçulmano alertou o político brasileiro de extrema-direita que, se essa mudança fosse realizada, os laços comerciais seriam afetados negativamente.

O Brasil tenta seguir os passos dos governos dos Estados Unidos e da Guatemala, contra as diretrizes da Organização das Nações Unidas, que considera que o status da cidade deve ser acordado nas negociações entre Israel e a Palestina.

Em 2010, o Brasil foi o primeiro país sul-americano a reconhecer um estado palestino baseado nas fronteiras anteriores a 1967.

Compartilhe a Verdade:


7
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




7 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Lin de OliveiraSayler Céfas 666Márcio Henrique Brito VieiraJosimar LimaAdmin bar avatar Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Miryam Yoshiko
Admin

Compartilhando irmã!

Kaique Aguiar
Membro
Kaique Aguiar

Um tosco mesmo!

Admin bar avatar
Membro
Richard Maquiavel

Bozo traidor!

Josimar Lima
Editor

Puxa saco traidor!

Márcio Henrique
Membro

Esse verme é uma vergonha pro Brasil!!

Sayler Céfas 666
Membro

Esse bozo só faz merda velho krlh!!!

Lin de Oliveira
Membro
Lin de Oliveira

Verme puxa saco ….