Nove filmes para debater a reforma psiquiátrica e os retrocessos do governo Bolsonaro

Estamira cartaz filme  OK 2 1024x1447 - Nove filmes para debater a reforma psiquiátrica e os retrocessos do governo Bolsonaro

Compartilhe a Verdade:


Nove filmes para debater a reforma psiquiátrica e os retrocessos do governo Bolsonaro

Reforma psiquiátrica brasileira é um movimento social, político e institucional pela extinção do modelo manicomial

 

Cecília Figueiredo

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

90889001c3dcec6428e7ee8dbd8f52b3 - Nove filmes para debater a reforma psiquiátrica e os retrocessos do governo Bolsonaro
Rodrigo Santoro em “O Bicho de Sete Cabeças” / Reprodução

A reforma psiquiátrica brasileira é um movimento social, político e institucional pela extinção do modelo asilar-manicomial, ou seja, do tratamento desumano dispensado a pessoas com sofrimento mental. Por décadas, elas eram internadas em hospitais psiquiátricos, submetidas a tratamentos violentos, muitas vezes sem comprovação científica. Esta semana, uma nota técnica do Ministério da Saúde do governo Bolsonaro (PSL) fez renascer o fantasma dos manicômios no Sistema Único de Saúde (SUS).

Para contribuir nesse processo de reflexão, que no Brasil ultrapassa os 30 anos, o Brasil de Fato selecionou nove filmes de ficção e documentários que denunciam os prejuízos da internação em manicômios. Conforme defende o movimento de Luta Antimanicomial, “trancar não é tratar”.

Confira a lista completa, com links para acesso aos filmes:

Bicho de Sete Cabeças

O filme é baseado no livro autobiográfico “Canto dos Malditos”, de Austregésilo Bueno. “Bicho de Sete Cabeças” mostra a vida de Neto (Rodrigo Santoro), adolescente de classe média internado em hospício após seus pais encontrarem um cigarro de maconha em seu bolso. Neto vivencia a terrível rotina de um hospital psiquiátrico – feita de tratamentos de choque e tratamento desumano aos pacientes.

Um Estranho no Ninho

Baseado em fatos reais, Randle McMurphy, personagem de Jack Nickolson, finge estar louco para não ter de ir ao trabalho. McMurphy é mandado para um manicômio e lá conhece os mais terríveis costumes da instituição e as melhores pessoas de sua vida. Não obstante, faz com que os internos se revoltem às estritas normas da enfermeira-chefe, mas sofre com as consequências de seu comportamento, sendo mais uma das vítimas do hospital psiquiátrico.

Uma Mente Brilhante

Baseado em fatos reais, o longa trata da história de John Nash, interpretado por Russell Crowe, considerado um dos grandes gênios da matemática após ter formulado um complexo teorema com apenas 21 anos de idade. Conhecido por suas habilidades fora do comum, começa a trabalhar para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos – o início de seu fim. Representando o sofrimento dos esquizofrênicos, o filme ajuda a entender um pouco mais sobre a doença e fazer com que repensemos o tratamento dos acometidos por essa doença.

Em nome da Razão – O Holocausto Brasileiro

Este documentário lançado em 2016 – dirigido por Daniela Arbex e Armando Mendz e baseado no livro homônimo de Daniela Arbex – mostra o genocídio cometido no Hospital Colônia em Barbacena (MG) enquanto discute questões relativas ao papel dos manicômios.

Estamira

Um olhar problematizador sobre o sofrimento da mulher negra, pobre e periférica, a partir do caso de Estamira. Para pensar a exploração da mulher no sistema capitalista e as diferentes violências de gênero contra ela, a loucura e a sanidade, a sociabilidade da mulher em situação de vulnerabilidade social, é que se pergunta: quem foi Estamira?

Documentário – Saúde Mental e Dignidade Humana

‘Saúde Mental e Dignidade Humana’, produzido pelo Centro de Memória da OAB, resgata a história do tratamento dispensado aos doentes mentais pelo sistema judiciário no Brasil. Traça um panorama histórico da loucura, tanto no exterior quanto no Brasil e apresenta os projetos de lei que tratam do assunto. Os especialistas também debatem a questão da inimputabilidade e o problema da prisão perpétua a que alguns doentes são submetidos por não haver uma ressocialização eficiente dos pacientes.

Nise – O coração da loucura

A psiquiatra Nise da Silveira enfrentou tudo e todos pelo bem dos pacientes do Hospital Psiquiátrico Pedro II, no Rio de Janeiro. Dirigido por Roberto Berliner, o filme é protagonizado por Glória Pires.

Dos loucos e das rosas

Produzido pela TV NBR, o documentário que trata sobre transtornos mentais “Dos loucos e das rosas” é narrado por um artista plástico que mostra o cotidiano de pacientes no hospital psiquiátrico em Barbacena (MG).

A Casa dos Esquecidos

Em 2012, o programa do SBT Conexão Repórter apresentou o documentário”A Casa dos Esquecidos”. O programa mostra os bastidores de um dos maiores hospícios no País, localizado em Sorocaba (SP). O programa revela um registro de abandono e violência. Pessoas eram vítimas de maus-tratos.

Edição: Guilherme Henrique

9
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




5 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Admin bar avatarLeandro Quantum Oliveira.KAique Freit EDLDouglas CeronBruno Bauler Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Leandro Quantum Oliveira.
Editor

Assisti “Bicho de 7 cabeças” a muito tempo atrás, foi realmente um filme impactante que gostei muito. Tem um vídeo/ clipe da banda Raimundo com cenas do filme. A musica é “Deixa eu falar” https://www.youtube.com/watch?v=LD5NzE4y2vg

Bruno Bauler
Membro
Bruno Bauler

Já assisti “Um estranho no ninho”
Bem interessante. Não sabia que era baseado em fatos reais.

Douglas Ceron
Editor

Vou assistir, mestre.
Gratidão pelo compartilhamento!
Luz pra nós!!

KAique Freit EDL
Editor
KAique Freit EDL

Salve mestre!! Post Riquíssimo.