Mulher que sobreviveu após horas congelada sem nenhum dano

Compartilhe a Verdade:


O Caso de Jean Hilliard, A mulher que sobreviveu depois de estar congelada por 6 horas sem dano algum

Jean Hilliard estava voltando normalmente para sua casa, após um dia cansativo, como podemos perceber, era uma noite muito fria, a temperatura local era de aproximadamente -22º C e era possível ver a neve se acumulando na beira da estrada. Jean estava bem perto de concluir o seu trajeto, mas, de repente o seu carro parou de funcionar, estagnando bem no meio de uma congelante noite e se tornando um verdadeiro pesadelo para a garota. Por um tempo ela resolveu esperar dentro de seu carro, mas como o frio se intensificava cada vez mais ela teria ficado com medo de morrer congelada dentro de seu próprio carro. Assim, Jean lembrou que não estava muito longe da casa de um amigo, chamado Wally Nelson, sendo assim ela decidiu que iria buscar por ajuda, saiu do carro e decidiu encarar a neve, o gelo e toda aquela temperatura negativa.

Mas, a casa de Wally Nelson não estava tão perto quanto Jean imaginava, depois de algum tempo suas pernas começaram a ficar rígidas devido as baixas temperaturas que ela estava exposta. O vento congelante literalmente cortava o seu rosto como se fossem navalhas. Tudo estava se tornando extremamente dolorido e para piorar, parecia que ela não chegaria nunca a lugar nenhum.

Foi aí então que após muitos minutos e uma marcha que parecia não ter mais fim. Ela finalmente alcançou o seu objetivo, chegando ao quintal da casa de seu amigo, porém a esse ponto ela já se encontrava completamente exausta e praticamente inconsciente. Sem conseguir atingir a campainha, Jean despencou completamente desmaiada no quintal de Wally e ali permaneceu durante aproximadamente 6 horas.

Mais ou menos sete da manhã, Wally acordou e viu uma pequena parte de algo no seu gramado coberto de neve a cerca de quatro metros da sua varanda. Era Jean com seu casaco e luvas.
Wally conhecia bem Jean porque ele namorava uma amiga dela na época. Ela estava congelada com os olho abertos no gramado da frente de sua casa. Jean tinha desmaiado alguns segundos antes de chegar na porta do seu amigo.

“Eu agarrei-a pelo colarinho e deslizei-a para a varanda. Eu pensei que ela estava morta. Congelou mais do que uma prancha, mas vi algumas bolhas saindo de seu nariz “, lembrou Wally.
O corpo de Jean estava tão duro que Wally não conseguiu colocá-la dentro do carro e tiveram que pegar o carro dela. Ele foram para o hospital mais próximo e os médicos não estavam muito animados em reviver Jean.

A menina de 19 anos morava em Lengby, em Minnesota, uma cidade no meio do nada.

Mesmo se ela acordasse, os médicos achavam que teriam que amputar seus dois braços e suas duas pernas, necrosados pelo gelo. Todos achavam que Jean teria gravíssima sequelas, na remota possibilidade de sobrevivência. Quando já quase não havia mais esperança, ela repentinamente se mexeu. Jean abriu os olhos e implorou por água. Ninguém conseguia acreditar no que estava acontecendo.

Três dias depois, Jean já conseguia também mexer os braços e as pernas. Ela ficou 6 dias internadas na UTI e deixou o hospital seis semanas depois, em perfeito estado de saúde tanto física quanto mental. Os médicos e a família estavam presenciando algo próximo de um verdadeiro milagre. Um daqueles casos em que a medicina simplesmente não sabe como explicar.

Jean comentou sobre o ocorrido:

“Eu acordei no hospital ao meio-dia. As coisas estavam um pouco nebulosas e achei muito estranho as pessoas estarem me fazendo perguntas obvias a respeito de quem eu sou e coisas assim. E eu não conseguia entender por que eles estavam falando comigo dessa maneira ou por que eles estavam me tratando assim. Claro, que eu sabia quem eram aquelas pessoas e é óbvio que eu sabia quem eu era. É como se eu tivesse dormido e acordei no hospital”

 

Compartilhe a Verdade:


8
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




8 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
Lin de OliveiraDeborah HggBruna SollaraJonathan MunizRaquel Broll Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Thiago Galhas
Membro

História incrível! Ótimo post, irmão.
Luz p’ra nós!

Admin bar avatar
Membro
Henrique Barboza Vaz

Poxa, que dramático! Luz pra nós!

Josimar Lima
Editor

Que incrível ! Luz p’ra nós.

Raquel Broll
Membro

Doideira, pra provar que não é só binário que existe

Jonathan Muniz
Jonathan Muniz

Luz p’ra nós!

Bruna Sollara
Membro
Bruna Sollara

Que história linda
Luz pra nós !

Deborah Hgg
Membro
Deborah Hgg

Caracas, doideira mesmo. Ainda bem que tudo deu certo pra ela!!!! Obrigada pela notícia. Luz p´r’a nós!

Lin de Oliveira
Membro
Lin de Oliveira

Incrível…
Luz p’ra nós…