Israel prende mais de 900 palestinos em Jerusalém

Compartilhe a Verdade:


O número total de palestinos detidos por agentes israelenses durante os primeiros seis meses do ano em todos os territórios ocupados é de 2.600.

Mais de 900 palestinos , incluindo vários menores, foram presos pelas forças israelenses na cidade de Jerusalém durante o primeiro semestre de 2019, segundo o Centro Palestino de Estudos sobre Prisioneiros (PPCS).

Este número representa um aumento considerável, de acordo com um relatório do PPCS apresentado no sábado.

O porta-voz do PPCS, Riad al-Ashqar, disse que em fevereiro desse ano ocorreu o maior número de prisões.

 

Naquele mês, os palestinos conseguiram entrar, pela primeira vez em 16 anos, na área de Bab Al-Rahma (O portão de ouro), que fica atrás de uma porta localizada no leste do complexo da mesquita de Al-Aqsa.

O porta-voz do PPCS explicou que, dos detidos, 300 são menores e 17 deles têm 12 anos de idade.

O número total de pessoas presas durante o período de janeiro a junho em todos os territórios palestinos ocupados foi de 2.600, dos quais 43 são mulheres.

Esta situação, diz Al-Ashqar, mostra a “brutal repressão” de Israel contra os palestinos nos lugares santos e que estão defendendo a mesquita de Al-Aqsa.

Segundo dados do PPCS, nas prisões israelenses há mais de sete mil prisioneiros palestinos.

 

É Nós Por Nós, Vamos Ajudar nos Merchs Família !! 
Cada Participação é essencial para o Novo Reino na Terra, seja Doando, Comprando Produtos, Adquirindo Cursos, Divulgando etc, faça-o com Sede de Justiça. 
Luz p’ra nós !!

Compartilhe a Verdade:


24
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




15 Comment threads
9 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
Freit EDLPedro SoraDeborah HggJuanJonathan Muniz Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Miryam Yoshiko

Qual o sentido de prender crianças de 12 anos!! 🙁

Juan
Editor

eles não tem noção das coisas.. nós sabemos o que eles acham dos outros povos baseado nos escritos do talmud

(Alleyn)
Membro

Vamos ver se as pessoas ao se sensibilizam.

Admin bar avatar
Membro
Richard Maquiavel

Isso já é mais do que desumano.
Estrapolou qualquer sentido lógico que se pode definir essas atrocidades.

Luna Yashiki
Membro

luz pra nos!

Fábio souza
Membro
Fábio souza

Lúz pra nós.

Admin bar avatar
Membro
Henrique Barboza Vaz

Luz pra nós!

João Pedro
Membro

Luz pra nos!

Douglas Ceron
Editor

Força e honra pela verdade..
Luz pra nós!

Gabriel Morcillo
Membro
Gabriel Morcillo

Luz pra nós

Rogerio Souza

vamos ajudar

Admin bar avatar
Membro
Wellington Nascimento

Luz p’ra nós!

Jonathan Muniz
Jonathan Muniz

Luz p’ra nós!

Juan
Editor

Parece que eles querem Jerusalém só pra eles e querem deixar isso claro, tão estampando pra verem já..

Deborah Hgg
Membro

Crimes de guerra. Quando essa palhaçada cair por terra eles vão ter o tribunal ad hoc (“tribunal de Nürnberg”) deles, só que no caso deles, o juiz será Deus e se houver dignos irão implorar de joelhos por perdão, admitindo todo mal que fazem…

Pedro Sora
Editor

Eles no fundo imploram por justiça