sáb. dez 14th, 2019

Israel deixa os palestinos na Cisjordânia sem eletricidade

Compartilhe a Verdade:


Israel deixa os palestinos na Cisjordânia sem eletricidade

O regime israelense deixa os palestinos na Cisjordânia ocupada sem eletricidade, pretextando as dívidas da Autoridade Nacional Palestina (PNA).

Eletricistas instalam novas linhas de transmissão de energia na cidade de Ramalá, na Cisjordânia.

A empresa israelense de energia Jevrat Hajashmal anunciou no domingo que decidiu cortar o serviço porque o Distrito de Jerusalém Electricity Co., principal distribuidor de energia dos palestinos, deve aproximadamente US $ 485 milhões.

Por outro lado, o presidente da Autoridade Palestina de Energia, Zafer Melhem, informou que a companhia de energia palestina pagou US $ 106 milhões e que a dívida era de apenas US $ 199 milhões.

Nesse contexto, Ali Hamodeh, funcionário do distribuidor palestino, confirmou que se espera uma queda de energia por duas horas por dia em várias cidades palestinas nas próximas semanas.

Além disso, a autoridade palestina acusou o regime de ocupação de Tel Aviv de “exagerar” o nível da dívida e classificou os cortes de eletricidade como “manobra política”.

Autoridades palestinas denunciaram a medida como uma forma de “punição coletiva”, segundo a agência de notícias estatal palestina Wafa.

Os palestinos recebem 90% da eletricidade de uma empresa israelense, e o restante vem da Jordânia e do Egito.

Israel suspendeu repetidamente o fornecimento de energia da cidade de Beit Lahm (Belém), na Cisjordânia, e ameaça tomar medidas semelhantes em outras áreas palestinas. De fato, a Faixa de Gaza está passando por uma crise elétrica há mais de 12 anos devido ao cerco de Israel.

Fonte: Terceira Informação

Compartilhe a Verdade:


Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of