Irlanda proíbe uso de plástico descartável no setor público

ir2 - Irlanda proíbe uso de plástico descartável no setor público

Compartilhe a Verdade:


Todos os órgãos públicos e agências estaduais da Irlanda deverão encerrar a compra e uso de copos, talheres e canudos descartáveis feitos de plástico, a partir de 31 de março.

Além da proibição de uso desses produtos no setor público, o governo irlandês também planeja ações ambiciosas para a reciclagem de plásticos, que envolverão varejistas e produtores com o objetivo de reduzir o uso desse material de forma voluntária.

ir - Irlanda proíbe uso de plástico descartável no setor público

A restrição só não se aplicará a produtos e atividades que dependem do uso de plástico descartável por questão de saúde e segurança, como é o caso de apetrechos de uso hospitalar.

Segundo estimativas, a Irlanda é um dos principais produtores de resíduos plásticos da União Europeia (UE), produzindo 61 kg de plástico por pessoa a cada ano.

A investida está alinhada aos esforços da comunidade europeia para combater a poluição plástica nos oceanos. Em dezembro de 2018, a UE e o Parlamento Europeu chegaram a um acordo sobre a proibição de plásticos de uso único, incluindo pratos, talheres e canudinhos.

ir1 e1546807254751 - Irlanda proíbe uso de plástico descartável no setor público

As novas regras visam os 10 principais itens encontrados com maior frequência nas praias europeias e que já têm alternativas disponíveis. A UE espera concluir os passos legais finais para medida entrar em vigor em 2021.

 

2
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Marcio Alves Otero Barco JuntorKaique Aguiar Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Kaique Aguiar
Membro
Kaique Aguiar

Aos poucos vamos limpando nosso mundo! luz pra nós

Marcio Alves Otero Barco Juntor
Membro
Marcio Alves Otero Barco Juntor

Deus nos deu a vida é a Terra, é nosso dever preservar essa esfera”