qua. abr 14th, 2021

Ilha feita de conchas na África

Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


Na região de Petite Côte, na costa do Senegal, a sudeste de Dakar, na África, encontra-se uma bucólica vila de pescadores chamada Joal-Fadiouth. A vila se compõem em duas partes, a cidade de Joal é maior e se localiza no continente e conhecida como a terra natal do primeiro presidente senegalês e poeta, Léopold Sédar Senghor, enquanto a vila de Fadiouth, também conhecida localmente como “ilha das conchas”, fica numa pequena ilha, ligada a Joal por duas pontes de madeira estreita, só para pedestres, sendo proibida a circulação de carros.

Fadiouth se localiza no delta de um rio e é uma ilha artificial, feito de três pequenas ilhotas, fundada sobre a sedimentação de milhares e milhares de conchas. Por centenas de anos, os habitantes da vila pescaram moluscos, comiam e acumularam as conchas em Fadiouth, que no fim acabou ajudando a formar a pequena ilha.

As conchas acumuladas ao longo de muitos anos não só forram o solo das ilhas, como também são utilizadas nas ruas de Joal e Fadiouth e na construção das casas da região. Muitos artesãs locais também utilizam as conchas em seus artesanatos e que depois são vendidos por vendedores ambulantes ou em pequenas lojas paupérrimas, a espera de algum turista perdido por aquelas bandas.

Fadiouth é conhecido principalmente pela densidade demográfica, onde 9.000 habitantes se amontoam-se na pequena ilha de 0,15 quilômetros quadrados e também por seu cemitério misto, para muçulmanos e cristãos. Os moradores da região são na sua maioria cristão, mas eles também têm uma população islâmica significativa, e a comunidade unida tem imenso orgulho da atmosfera de tolerância religiosa.

Os turistas são atraídos não só pela singularidade do lugar, com suas casas feitas de conchas, mas também pelo cemitério local, que fica em uma outra ilha, adjacente a Joal-Fadiouth. Quase todas as sepulturas são cristãs, embora existam túmulos muçulmanos. O cemitério também está coberto de conchas, o que torna a paisagem muito pitoresca. Um curiosidade é que os habitantes locais têm o costume de enterrar seus mortos, acompanhados de uma garrafa de “soma”, uma bebida típica da região e com baixo teor alcoólico, para que o morto possa ter algum divertimento em sua nova morada.

 

 

 

Portais
 Fortaleça no merch!

escoladelucifer.com.br
unebrasil.org
unebrasil.com.br
unebrasil/livrolucifer
querovencer.unebrasil.com.br
https://congressoonline.org/

Luz p’ra nós!

 

 

Compartilhe a Verdade:


5 1 vote
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Entre com:





Subscribe
Notify of
15 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Tatta Amanda
03/03/2021 7:42 pm

Interessante! Tenho conhecido bastante o Senegal, mas ainda não tinha visto esse lugar, valeu! Luz p’ra nós.

Silvia Cristina Rodrigues
03/03/2021 9:10 pm

Gente que demais…Amo conchinhas! Muito bom conhecer mais culturas!! Luz p’ra nós✨

Williams Rodriguez
03/03/2021 9:39 pm

Luz pra nós!

Admin bar avatar
03/03/2021 11:50 pm

Luz pra nós!

Matheus Rocha
04/03/2021 2:22 am

Demais . . .

Rômulo Matheus Lins
04/03/2021 7:29 am

Luz p’ra nós!!

Joao Pedro Senna Valle Vieira
04/03/2021 7:53 am

Luz p´ra nós

Maria Fernanda
04/03/2021 9:33 am

Muito curioso! Luz p’ra nós!

Beatriz Belato
04/03/2021 11:26 am

Achei incrível , gratidão por nos trazer o conhecimento sobre !!

Admin bar avatar
04/03/2021 2:56 pm

Luz pra nós!

Diego Costa
04/03/2021 8:53 pm

Interessante a história da ilha, Senegal parece ser um local único mesmo

Macauley Shivaya ''Mago''
06/03/2021 1:26 am

Luz para nós!!!

Shirley Oliveira
06/03/2021 11:12 am

Luz p’ra nós

Luiz Cláudio
07/03/2021 8:27 am

Luz p’ra nós!

Luna Yashiki
08/03/2021 1:04 am

Riqueza para artesão. Amo!

error

Seja caminho para a Verdade

15
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas