sáb. out 16th, 2021

Guedes e presidente do Banco Central movimentaram empresas fantasmas em paraíso fiscal

Compartilhe a Verdade!

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, movimentaram empresas em paraísos fiscais e mantiveram os empreendimentos depois de terem entrado para o governo do presidente Jair Bolsonaro, no início de 2019. Segundo reportagem investigativa dos “Pandora Papers” são três companhias com movimentação milionária, sediadas nas Ilhas Virgens Britânicas, onde não se cobram impostos para abertura de offshores.

As informações constam de documentos sigilosos obtidos pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ), composto por 150 veículos de imprensa no mundo. Os Pandora Papers reúnem 11,9 milhões de papéis obtidos pelo consórcio através de 14 escritórios especializados na abertura de offshores em diversos paraísos fiscais.

No Brasil é permitido ter uma empresa offshore, desde que seja declarada à Receita Federal e ao Banco Central. O depósito inicial para abrir a conta no exterior e possível repatriação de capitais são taxados, demais movimentações não precisam pagar impostos. Quem ocupa cargo público está sujeito a regras para impedir seu autofavorecimento. O Código de Conduta do Banco Central, por exemplo, determina que seus funcionários devem se abster de realizar investimentos no exterior em empresas do tipo offshore.

Campos Neto, declarou em resposta ao Poder360, que não realizou investimentos depois de assumir o cargo, fechando uma das suas companhias 15 meses após assumir a direção do BC. Já a assessoria do ministro afirmou à Revista Piauí que Paulo Guedes se desvinculou de todas as atuações no Mercado Privado. A bancada parlamentar opositora irá pedir que ambos funcionários ofereçam explicações à Câmara de Deputados.

Paulo Guedes tem o seu nome ligado à offshore de nome Dreadnoughts International Group Limited, criada em setembro de 2014, com um depósito de US$ 8 milhões. A empresa permanece ativa, e segundo registros obtidos pelo Poder360, a cifra foi elevada para US$ 9,5 milhões até agosto de 2015, o valor era equivalente a R$ 23 milhões na época e R$ 51 milhões no câmbio atual.

A assessoria do ministro disse à Revista Piauí que informou à Comissão de Ética Pública sobre seus investimentos em contas nos exterior assim que assumiu o ministério, em janeiro de 2019, dois anos depois a Comissão decidiu arquivar o caso, sem apontar irregularidades.

Já Campos Neto, teria duas empresas registradas em seu nome, a Cor Assets S/A e ROCN Limited, com as iniciais do seu nome (Roberto de Oliveira Campos Neto). A Cor Assets foi criada em 2004, com um aporte inicial de US$ 10 mil. A empresa chegou a ser citada na investigação Panama Papers por ter realizado uma transferência ilegal de US$ 1,08 milhão  (cerca de R$ 5,8 milhões) do Brasil a Luxemburgo através do escritório Mossack Fonseca. Mais tarde, em  setembro de 2020 foi encerrada por Roberto Oliveira Campos Neto e sua esposa. Enquanto a ROCN deixou de existir em 2016.

Maior abertura para contas secretas

O Conselho Monetário Internacional (CNM), composto pelo presidente do Banco Central, ministro da Economia e o secretário Especial de Fazenda do Ministério da Economia, aprovou em julho de 2020 mudanças que favoreciam maior secretismo aos donos de contas offshore.

As novas resoluções aumentaram de US$ 100 mil para US$ 1 milhão o valor mínimo de deposito que deve ser declarado anualmente pelas offshores e desobrigando a necessidade de declarar contas no exterior com fundos de até R$ 100 mil.

Em 2020, segundo o Banco Central, os brasileiros mantinham no exterior um total de US$ 204,2 bilhões (cerca de R$ 1,12 trilhão), sendo que 14,7% do capital brasileiro estava nas Ilhas Virgens Britânicas.

Já a Receita Federal, baseada nos dados declarados no Imposto de Renda, estima que os brasileiros tenham R$ 50,4 bilhões no exterior. Uma diferença de quase R$ 1 trilhão nas contas.

Empresa de ministro da Economia Paulo Guedes tem esposa e filha como sócias e capital de R$ 51 milhões / Reprodução

Vídeo complementar:

Live 23/06 – De olho no Teatro – Nacionalismo Vs Globalismo

LUTE PELO BRASIL NO CONGRESSO NACIONAL:

UNEBRASIL – CONGRESSO ONLINE

fonte

Portais
 Fortaleça no merch!

escoladelucifer.com.br
unebrasil.org
unebrasil.com.br
unebrasil/livrolucifer
querovencer.unebrasil.com.br
congressoonline.org/

Luz p’ra nós!

5 2 votes
Article Rating

Compartilhe a Verdade!
Subscribe
Notify of
6 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno Davi Moquiute
03/10/2021 8:16 pm

Muito bom!

Leonardo Moreira Feitosa Rodrigues
03/10/2021 8:41 pm

Acho suspeito essa correlação.
Talvez estejam envolvidos com algo pior.
Luz p’ra nós!

Bruno Davi Moquiute
03/10/2021 8:14 pm

Luz para nós!!!

Pedro Silveira Goulart Cassiano
03/10/2021 9:22 pm

Esses são os verdadeiros criminosos,não o carinha da favela.Luz p’ra nós!🤨

Maísa Sousa
04/10/2021 5:22 pm

Luz p’ra nós

Bruno Davi Moquiute
10/10/2021 3:58 pm

Luz para nós!!!!

error

Seja caminho para a Verdade

6
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home3/escoladelucifer/public_html/wp-content/plugins/social-networks-auto-poster-facebook-twitter-g/inc/nxs_functions_wp.php on line 166
Pular para a barra de ferramentas