Facebook remove mais 600 páginas Pró Palestina

Compartilhe a Verdade:


Empresa também anuncia a remoção de páginas, grupos e contas ligadas à Rússia e ao Irã, citando “comportamento não autêntico coordenado”

O Facebook removeu 652 contas falsas e páginas com ligações entre  Rússia e o Irã, tentando exercer influência política nos EUA, no Reino Unido, no Oriente Médio e na América Latina.

As contas e páginas foram divididas em quatro campanhas separadas, três das quais originadas no Irã, de “comportamento não autêntico coordenado”, divulgadas hoje pela rede social .

“Segurança não é algo que você já resolvemos totalmente”, disse o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, em uma teleconferência com repórteres na terça-feira. “Temos que constantemente melhorar para ficar à frente.”

– Segurança ou Censura? Eis a questão…

A primeira campanha envolveu uma rede de páginas e contas do Facebook em outras plataformas sob o sigla “Libertando-se da opressão”, que se posicionou=se como independente, mas foi descoberto que eles têm laços com a mídia estatal iraniana. (Que defende e tem apoio do povo daquela região)  As 74 páginas, 70 contas e três grupos no Facebook e 76 contas no Instagram – algumas datadas de 2013 – publicaram conteúdo político focado no Oriente Médio, Reino Unido, EUA e América Latina. As páginas tinham cerca de 155.000 seguidores no total. O mesmo grupo gastou mais de US $ 6.000 em anúncios no Facebook e no Instagram pagos em dólares, o último em agosto de 2018.

 

A empresa de segurança cibernética (censura) FireEye, que identificou a campanha pela primeira vez e sinalizou a campanha para o Facebook , disse que a intenção por trás da atividade parece ser “promover os interesses políticos iranianos, incluindo temas anti-sauditas, anti-israelenses e pró-palestinos”. promover o apoio a políticas específicas dos EUA favoráveis ​​ao Irã, como o acordo nuclear EUA-Irã ”. Houve também mensagens significativas anti-Trump e a criação de contas falsas de mídia, disfarçadas de americanos liberais.

(Usando a tática Israelense e Norte Americana para tentar informar ao mundo digital o fascismo usado pelas suas próprias estratégias em oprimir e conquistar pela força e manipulação política toda aquela região)

A FireEye observou que a atividade não parece ter sido especificamente projetada para influenciar as eleições de meio de mandato dos EUA, já que o conteúdo se estendeu além das audiências e políticas dos EUA.

A segunda campanha foi vinculada à primeira e envolveu 12 páginas e 66 contas no Facebook e nove no Instagram. As contas inautênticas colocadas como organizações de notícias e envolvidas em ataques de segurança cibernética, incluindo a tentativa de hackear contas e espalhar malware. (documentos sigilosos)

A terceira campanha iraniana continha 168 páginas e 140 contas no Facebook e 31 no Instagram. Eles organizaram coletivamente 25 eventos e cerca de 813.000 usuários do Facebook seguiram pelo menos uma das páginas. O Facebook disse que a campanha compartilhou principalmente conteúdo sobre política do Oriente Médio em árabe e farsi, mas também compartilhou conteúdo sobre política no Reino Unido e nos EUA. Esse grupo de contas gastou mais de US $ 6.000 em anúncios pagos em dólares americanos, liras turcas e rúpias indianas entre julho de 2012 e abril de 2018.

(O que seria gastar U$ 6,000  para tentar mostrar uma outra perspectiva da verdade que o mundo não é permitido saber se comparado ao milhões quais EUA e Israel gastam na matança de pessoas em nome de sua Guerra ao terror naquela área há décadas?)

O Facebook foi vago quanto à quarta e última campanha, uma coleção de páginas, grupos e contas ligadas aos serviços de inteligência militar russos – sem ligações com as operações iranianas. Estes incluíram alguns dos mesmos autores removidos antes das eleições de 2016, mas o foco de sua recente atividade foi espalhar mensagens pró-Rússia relacionadas à Síria e à Ucrânia.

Está ai para qualquer um analisar. A censura se dá sempre contra os Países que nos são vendidos “contra os interesses” de Israel e EUA. É tão nítido!

“Até o momento, não encontramos atividade por essas contas visando os EUA”, disse Nathaniel Gleicher, diretor de política de segurança cibernética.

O Facebook não forneceria mais informações sobre a natureza do conteúdo iraniano e russo, mas disse que havia informado os governos dos EUA e do Reino Unido.

“Essas investigações estão em andamento – e, dada a sensibilidade, não estamos compartilhando mais informações sobre o que removemos”, disse Gleicher.

O anúncio de hoje ocorre menos de um mês depois que a rede social excluiu 32 páginas e contas que tentam influenciar as eleições dos EUA . As contas empurraram as posições políticas americanas e organizaram eventos, incluindo um protesto contra uma manifestação “Unite the Right” em Washington.

O Facebook não conseguiu atribuir de forma conclusiva a campanha à Rússia, mas disse que as contas mostravam “atividades semelhantes” e conexões com outras contas associadas à Agência de Pesquisa pela Internet, vinculada ao Kremlin.

O mais alarmante disso tudo é que muitos  dos próprios cidadãos  norte americanos, assim como muitos de nós aqui no Brasil, ainda acreditam que isso seja para sua/nossa própria segurança. Eu até em certo ponto acredito que seja, mas somente se for para a segurança quanto à privar-nos de enxergar a verdade.

Compartilhe a Verdade:


9
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




8 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
Junior leiteArthur LuigheJosimar LimaJonathan MunizPedro Saints Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Igor santos
Membro

O facebook ta se borrando de medo haha

Membro

Facebook em pânico rs.

Gabriel Morcillo
Membro
Gabriel Morcillo

Queria parar de usar essa rede social. Meio impossível por enquanto.

João Pedro
Membro

Eu já deletei meu perfil por la. Espero que isso sirva de exemplo pra quem ainda ta preso la. Luz pra nos!

Pedro Saints
Membro
Pedro Saints

putaria e gore eles deixam de sobra, malditos… so querem defender sua imagem e mais nada

Jonathan Muniz
Jonathan Muniz

Censura a todo vapor com um dono judeu só pode se esperar isso mesmo

Josimar Lima
Membro

Quem não deve não teme!

Arthur Luighe
Membro
Arthur Luighe

isso só prova cada vez mais a verdade!

Sayler Céfas 666
Membro

Cada ação de censura contra fatos reais
só prova a verdade!!

Aos poucos eles estão criando karmas no coletivo
Daqui a pouco o coletivo vai tragalos
E todo olho verá a justiça sendo feita!