Didímio metálico é produzido no Brasil

Compartilhe a Verdade:


Ímãs de terras raras

Uma tecnologia que permitiu obter didímio metálico pela primeira vez no país foi desenvolvida por pesquisadores do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo).

O didímio é uma liga metálica constituída dos elementos praseodímio e neodímio, elementos das terras raras. Ele é a base para a fabricação de superímãs usados em turbinas eólicas, motores para veículos elétricos e discos rígidos de computador, entre vários outros.

“A obtenção do didímio mostra que é possível, num futuro breve, a sua produção em escala industrial, contribuição definitiva para completar a cadeia dos ímãs de alto desempenho, peças-chave nas turbinas eólicas e carros elétricos, mas também necessários em dispositivos eletrônicos.

“A ideia é que se tenha no país domínio tecnológico de toda a cadeia produtiva dos ímãs permanentes, desde a extração mineral das terras raras até a fabricação dos ímãs,” afirmou João Batista Neto, coordenador do projeto.

Didímio

O projeto é fruto de uma parceria do IPT com a mineradora CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração), líder mundial na produção de nióbio, metal que é extraído de uma mina situada em Araxá (MG).

Além de nióbio, a reserva mineral possui alto teor de terras raras, que estão sendo concentradas em uma planta-piloto construída pela empresa. Entre os produtos já separados está o óxido de didímio.

O elo que faltava para dar andamento à produção dos superímãs era justamente a redução do óxido de didímio em metal, gerando o didímio metálico.

Para obter o material, a equipe do IPT desenvolveu um processo que usa reatores nos quais é feita a redução do óxido, retirando o oxigênio e deixando o didímio metálico purificado.

Com previsão de término para junho de 2016, o projeto agora se concentrará na otimização dos parâmetros de operação e controle do nível de pureza do didímio, já com vistas ao escalonamento do processo para escala industrial.

A seguir, a intenção é purificar o didímio e desenvolver a produção do neodímio metálico.

Compartilhe a Verdade:


8
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




7 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Admin bar avatarAriel dos SantosJoão PedroKaique AguiarJosimar Lima Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Douglas Ceron
Editor

Chegará a hora que estas matérias primas descobertas aqui em nossa pátria realmente serão utilizadas pelos brasileiros e em prol do povo brasileiro. Quando? Não sei! A única certeza que tenho é que essa hora vai chegar. E isso será potencializado quando o povo acordar e começar a ajudar defender de forma unida nossos recursos naturais e valorizar tudo que Deus está nos presenteando aqui e agora.
Gratidão! Obg por compartilhar!
Luz pra nós!!

João Pedro
Membro

Penso que o tempo que irá levar para que isso aconteça seja proporcional ao tanto de gente que despertará ao longo desses dias. Imagina, eu compartilho a verdade pra alguém, essa pessoa sai compartilhando e assim por diante. Chegará a hora que não vamos ser inocentes, vamos reagir vendo os pilantras nos saqueando. Vamos lutar pelo o que é nosso! Assim como Chorão dizia: “a vida me ensinou a lutar pelo o que é meu!”

Jack waste
Membro
Jack waste

somos o pais mais rico

Josimar Lima
Editor

Mais uma notícia que confirma a riqueza dessa nossa terra aqui é a nova atlântida jaja todos vêem.

Kaique Aguiar
Membro
Kaique Aguiar

Brasil terra fértil e rica!!! Amo essa patria ❤

João Pedro
Membro

Gigante pela própria natureza
És belo, és forte, impávido colosso
E o teu futuro espelha essa grandeza!!!

Ariel dos Santos
Membro
Ariel dos Santos

Temos o país mais rico do mundo, e com as mentes geniais que temos aqui, iremos produzir maravilhas ainda, sem depender de terceiros que só querem nossa subserviência

Admin bar avatar
Membro
Henrique Barboza Vaz

A Nova Atlântida e suas potencialidades! Luz pra nós!