Desta vez Irã parece estar na mira dos Estados Unidos

Compartilhe a Verdade:


Trump presidirá reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre o Irã

A embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, anunciou que o presidente Donald Trump deve sediar uma reunião do Conselho de Segurança para discutir sobre o Irã quando comparecer à Assembléia Geral em Nova York no final deste mês. 

Os EUA acabam de assumir a presidência rotativa do Conselho de Segurança da ONU, mantida por cada um dos membros por um mês, e parece estar ansioso para aproveitá-la ao máximo. Trump, que participará da reunião habitual dos líderes mundiais na Assembléia Geral da ONU, “pretende presidir uma reunião no Conselho de Segurança e o tópico será sobre o Irã”, disse Haley a repórteres na terça-feira.

(Irã ainda não está totalmente sob as garras do Dólar)

O enviado dos EUA para a ONU, mais uma vez acusou diretamente Teerã de violar a lei internacional e semear a “instabilidade” em todo o Oriente Médio. (Apoiar Países que se opõe aos interesses Norte-americanos)

“É difícil encontrar um lugar que tenha conflitos onde o Irã não esteja no meio disso, e achamos que isso é um problema, e achamos que eles foram ignorados e isso faz muito tempo”, declarou Haley. . “Não há nada que possamos amar mais do que ter o Irã entrando na comunidade internacional dominante e ser um país válido que queira fazer o bem no mundo. (Comunidade dominante?) 

O Irã tem sido uma das peças centrais da agenda de política externa do governo Trump, com inúmeras acusações feitas repetidas vezes contra o país. Autoridades dos EUA afirmaram que Teerã vem se intrometendo nas guerras da Síria e do Iêmen, causando mais turbulências na região. (Apoiando a libertação dos Países)

Na realidade, entretanto, o Irã foi oficialmente convidado pela a Síria diretamente pelo governo, enquanto os EUA ocupam ilegalmente partes do país. As alegações de que o Irã abastece os rebeldes houthis com armas no Iêmen ainda não são diretamente comprovadas. O adversário dos houthis – a coalizão liderada pelos sauditas, que empreendeu uma campanha de bombardeios contra o Iêmen durante anos – recebe apoio político e militar total de Washington.

O irã nunca se submeteu aos desejos obscuros e totalitários impostos pelos EUA e seu Dólar. Fica praticamente claro que agora a “bola da vez” será um ataque político midiático direto contra o Irã. Certamente sua imagem irá constantemente sofrer tentativas de ser sujada. Com isso sem dúvida mais uma vez, o mundo com esta visão distorcida dos fatos, infelizmente, pode apoiar os EUA por parecer que mais uma vez está sendo o bonzinho da história que nos contam. 

Compartilhe a Verdade:


14
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




10 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
João PedroSayle jrPedro SaintsAlexandre BoscoSamuel Rodrigues Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Josimar Lima
Membro

Caramba mano. .. eles se acham os bichão cara … Obrigam praticamente as nações a se adequarem aos seus ” interesses” ou seja escravisam na cara dura .

João Pedro
Membro

Após ganharem duas guerras mundiais se acham os donos do pedaço mesmo, fazem o que querem aonde querem. Mas ta todo mundo despertando aos poucos.

Romário Vieira
Membro
Romário Vieira

Com o poder dessa mídia judaica, a massa acaba por apoiar seus próprios inimigos. Lamentável!

Gustavo
Membro
Gustavo

Eu fico indignado com a falcatruagem desses caras. Mas a verdade sempre vence! Luz pra nós!

Freit EDL
Membro

”O irã nunca se submeteu aos desejos obscuros e totalitários impostos pelos EUA e seu Dólar”

Tudo se resume nisso. Esse país é guerreiro e ainda sera reconhecido pela sua bravura.

Ariel dos Santos
Membro
Ariel dos Santos

“É difícil encontrar um lugar que tenha conflitos onde o Irã não esteja no meio disso” hahahaha, olha só quem ta falando isso, kk, será que eles acreditam que essa narrativa vai continuar funcionando por mais quanto tempo ? É indignante isso, mas cada dia que passa esta mais próximo do fim disso, luz pra nos”.

Membro

Nesse jogo ” eles” invertem tudo. Não vejo a hora de chutarmos de vez esse tabuleiro, e acabar com essa zona. Grata pelo excelente artigo. Luz pra nós!

Alexandre Bosco
Membro

pcrer irmã, o negócio é sair chutando o tabuleiro do jogo mesmo, não tem outra!

Membro

Estamos juntos irmão. Luz pra nós!

Samuel Rodrigues
Membro

O titulo deveria ser ” Marionete judaica presidira reunião judaica do Conselho de Segurança judaica da ONU JUDAICA sobre o destino do povo gentio do Irã”

Alexandre Bosco
Membro

hahaha só li verdades!!!

Pedro Saints
Membro
Pedro Saints

o trump brinca de liderar uma nação enquanto os que sempre deram dinheiro pra ter oque ele sempre teve, dao a oportunidade de continuar nessas loucuras individuais dele, ou se ele já não sabe do esquema todo por tras.
Enquanto não fizerem todos seguir esse falso sonho americano JUDAICO, eles não vão parar, mas pra má sorte deles, nos tambem não vamos ate eles cairem!
e pro nosso viver, a vida esta do nosso lado!

Sayler Céfas 666
Membro

Eua são testas de ferro de Israel
Israel se infiltrou de uma forma nós EUA
Que o povo american está totalmente a serviço dos falsos judeus!

João Pedro
Membro

Os EUA ta bem a vontade, mas basta um vacilo deles para se ferrarem.