qua. set 18th, 2019

Coréia do Norte

Compartilhe a Verdade:


É possível, após descobrirmos a verdade absoluta sobre a farsa teatral do mundo atual, admirarmos a Coréia do Norte.

Deixe-me explicar.

Coréia do Norte – Não é Comunista

A Coréia do Norte não é comunista, pura e simplesmente. O Juche, a ideologia estatal oficial da Coréia do Norte, pode ser traduzido aproximadamente como “espírito de auto-confiança”. Kim Jong Il, o Líder Supremo da Coréia do Norte, disse que a base do Juche é a idéia de que o “homem é o mestre de tudo e decide tudo”. O Juche também pode ser compreendido como “sempre colocar as coisas coreanas em primeiro lugar”. Isso é obviamente mais nacionalista do que comunista. Em 2009 a Coréia do Norte oficialmente parou de usar o termo ‘comunismo’ para descrever a si mesma e o removeu da Constituição. Adicionalmente, eles inseriram o termo Songun na Constituição, que enfatiza a poderosa posição das Forças Armadas norte-coreanas no governo, e estabelece que elas são o modelo para a sociedade imitar.

Militarismo – Necessário para a Independência

A crítica mais comum à Coréia do Norte é que ela gasta uma quantia enorme de dinheiro em suas Forças Armadas enquanto seu povo passa fome. O governo americano estima que a Coréia do Norte gasta aproximadamente 1/4 de seu PIB nas Forças Armadas. Isso coloca a Coréia do Norte no topo da lista de gastos militares proporcionais. O que as pessoas parecem não compreender é que a ideologia autarquista radical da Coréia do Norte – em outras palavras, sua recusa em se curvar perante a ordem financeira internacional (colocar a Coréia em primeiro lugar) – demanda absolutamente que a defesa nacional seja colocada em primeiro lugar. Sem um exército poderoso a Coréia do Norte não poderia existir. Então sim, a Coréia do Norte aceita o pouco de ajuda que ela recebe e tem tido dificuldades para alimentar adequadamente algumas porções de sua população, mas este é o preço da independência para eles, e eles estão dispostos a pagar por issoe apenas por isso os norte-coreanos já merecem meu respeito.

O que quer que possa ser dito sobre os norte-coreanos, não pode-se dizer que eles são fracos. A vontade deles é forte, e eles parecem dispostos a morrer para manter sua independência.

Outro equívoco é que a Coréia do Norte é um estado-marionete controlado de algum modo pela China. Apesar de que historicamente a China teve grande influência sobre a Coréia do Norte, o relacionamento tem estado tenso em décadas recentes, e a Coréia do Norte já deixou claro que não é um estado-marionete. A China continua a ser o único aliado da Coréia do Norte por causa do comércio lucrativo, amizade histórica, e pelo fato de que caso a Coréia do Norte estivesse suficientemente desesperada, ela poderia causar problemas para a China. Não há dúvida de que a China possui alguma influência, mas a Coréia do Norte permanece sendo uma nação firmemente independente. Se isso não for deixado claro o bastante por seu ultra-nacionalismo, seu etnocentrismo certamente convence.

Coréia do Norte – Racista?

Segundo B.R. Myers, a ideologia norte-coreana sustenta que “o povo coreano possuem um sangue puro demais, e são virtuosos demais para sobreviver nesse mundo maligno sem um grande líder patriarcal”. Ele também afirma que além de considerarem raças estrangeiras inferiores, o governo norte-coreano “ocasionalmente critica a influência judaica sobre as questões globais”. Seguindo os passos de movimentos hiper-nacionalistas do passado, o governo norte-coreano estabeleceu a crença de que seu povo é singularmente inteligente, duro, e superior em muitas coisas a raças estrangeiras. Os japoneses (seus primos raciais), possuíam crenças muito similares antes de serem derrotados na Segunda Guerra Mundial. Myers efetivamente crê que os coreanos adotaram suas crenças raciais dos “fascistas japoneses” durante a ocupação japonesa da Coréia. Independentemente de suas afirmações de superioridade, ou de quem eles possam ter herdado elas, o QI norte-coreano médio de 105 é um dos mais elevados do mundo. A Coréia do Sul aparentemente possui um QI médio apenas um ponto superior, em 106, que quase certamente deve-se ao maior acesso a recursos por parte da população. Tenham em mente as severas sanções sob as quais a Coréia do Norte opera.

Qualquer semelhança com outra situação qual vitimiza Judeus e criou o maior vilão da historia NÃO É MERA COINCIDÊNCIA. Afinal, os protagonistas que criam tudo são sempre os mesmos. Os que verdadeiramente se julgam a raça superior, ou seja, os Judeus. Que criam as guerras, matam pessoas de fome e exterminam crianças Palestinas há décadas, mas isso pouco se mostra para nós, aqui do ocidente. Entretanto, A Coreia do Norte, comumente é notícia como um regime comunista e ditador. Quando acordaremos para essa manipulação mundial?

Apesar de eu não concordar com a medida de controle estatal da economia na Coréia do Norte (por exemplo, o controle do consumo), eu certamente não tenho qualquer lealdade ao sistema capitalista, que eu vejo como consciencialmente corrosivo, entre outras coisas. E não esqueçamos que o motivo pelo qual os EUA envolveram-se na guerra civil coreana foi para defender (ou impor) o capitalismo Judaico e por extensão a ordem financeira internacional dominante causada pelo Dólar  impresso pela FED que de Federal não tem nada e trata-se de uma propriedade privada de JUDEUS.

Essencialmente eu admiro a Coréia do Norte porque ela está em oposição direta à elite governante hostil no Ocidente e à destruição globalista de povos e nações distintas. A Coréia do Norte é o único estado etno-nacionalista opondo-se à atual ordem global democrática comunista judaica, e enquanto ela existir, ela permanecerá como um exemplo (e um possível aliado futuro) para nacionalistas étnicos e raciais em todo lugar, especialmente para aqueles no Ocidente que veem a única esperança para nosso povo na destruição da atual ordem mundial estabelecida por esta falsa democracia comunista Judaica.

Compartilhe a Verdade:


7
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




6 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
João PedroAlexandre BoscoJosimar LimaKaique Freitas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Josimar Lima
Editor

Sempre os EUA deturpam tudo logo o que dizem sempre tem um fim de favorece los claro que absurdo de se proteger e justamente pensando nos possiveis conflitos com os EUA

Membro

Um líder político que não se vende aos interesses judaicos, e ao mesmo tempo , estimula em seu povo o patriotismo e o sentimento de autoestima, merece de toda mente sensata uma postura de admiração. Muito boa a matéria, Douglas. Luz pra nós !

João Pedro
Membro

Merece todo nosso apoio também, pois todo o mundo se unirá quando enxergarem a calamidade judaica.

Alexandre Bosco
Membro

Irmão esse post foi um tanto quanto agregador, vlw mesmo li com gosto!!!

Sayler Céfas 666
Membro

Eu admiro a postura do lider norte coreano!

Freit EDL
Membro

Ótimos esclarecimentos. A Coreia é sim uma grande nação!

João Pedro
Membro

Belo ponto de vista. Os coreanos são um povo bem disciplinados e movidos por um líder revolucionário caminharão para a liberdade da opressão judaica.