Corda de violão definitiva vibra tanto que ouve a luz

Compartilhe a Verdade:


Tensão e deformação

É uma nanocorda, capaz de vibrar por minutos com um período de um microssegundo – isso equivale a uma corda de violão que, ao ser

tocada, vibrasse durante um mês.

Sua construção foi possível porque, em nanoescala, a deformação pode ser usada para gerar propriedades inusitadas.

Submeter um material a um estresse (uma tensão) é geralmente algo que se deseja evitar a todo custo. Mas, se bem administrado, ele pode se converter em algo útil: Um corpo elástico responde ao estresse ajustando a distância entre seus átomos (uma deformação), o que pode ser usado para controlar as propriedades dos seus elétrons.

Um exemplo é o transístor, cuja velocidade de operação é otimizada submetendo o silício a uma tensão – o material é mais conhecido como silício expandido.

 

Corda que vibra por um mês

E o estresse também pode ser usado para ajustar as propriedades do corpo elástico. Esticar uma corda de violão, por exemplo, mudará não apenas seu som (sua frequência vibracional), mas também seu fator de qualidade (o número de vibrações produzidas por um toque). Esse efeito, conhecido como “diluição de dissipação”, apesar de indesejável em muitos círculos musicais, pode ser uma tremenda vantagem em outras áreas.

É o caso da nanomecânica, onde o fator de qualidade de um oscilador determina sua utilidade para aplicações como a detecção de forças. Para explorar novas possibilidades, Amir Ghadimi e seus colegas queriam poder ajustar a diluição de dissipação a gosto. Para isso, eles construíram uma nanocorda sobre uma estrutura periódica na qual as vibrações são aprisionadas em um ponto central – um cristal fonônico.

Quanto a nanocorda foi tocada, a temperatura ambiente, ela vibrou a 1 MHz por mais de 20 minutos, o que corresponde a um fator de qualidade de 800 milhões – como se a corda de um violão ou guitarra ficasse vibrando por um mês.

Compartilhe a Verdade:


9
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




6 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
Admin bar avatarAriel dos SantosJoão PedroDouglas CeronSayle jr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Josimar Lima
Editor

Mais um incrível post . Essas tecnologias enrriquecem demais a realidade com tantas novas possibilidades pra usufruímos .

(Alleyn)
Membro

Os Ptah pira com tantas possibilidades a serem contempladas

Pedro Sora
Editor

só as tecnologias cabulosas que aprimoradas podem ter um potencial imenso na qualidade e possibilidade de interação humana

João Pedro
Membro

Verdade! haha

Sayler Céfas 666
Membro

Showw!!

O som é a repetição da simetria dentro dela mesmo
Que gera um destaque!

Esse destaque vai interagindo com alguns dos seus respectivos alguns extremos
Dependendo da intensidade!

Cada intensidade produz uma simetria micro
Que se alimha a mesma intensidade relativa do corpo da macro!

Sempre estamos interagindo com esse mesmo padrão
Por isso sempre o reconhecemos!

Douglas Ceron
Editor

Tão simples explanação e ao mesmo tempo tão sofisticada. Não consigo compreender como as pessoas não liga todos estes fatos e provas com a coerência qual mostramos na Conscienciologia da escola. Não consigo compreender onde está a dificuldade de assimilar a verdade.
Lux for uS!

João Pedro
Membro

UAU!

Ariel dos Santos
Membro
Ariel dos Santos

Vão conseguir usar isso pra resfriar objetos ate o 0 absoluto ? Wow, muito interessante mesmo, ansioso pelas tecnologias futuras 🙂

Admin bar avatar
Membro
Henrique Barboza Vaz

Luz pra nós!