Consciência x Inconsciência

Compartilhe a Verdade:


Uma das maiores indagações dos pensadores da humanidade é o significado e entendimento profundo da consciência. Nesses tempos de mecânica quântica, a consciência volta a ser tema de muitas filosofias, assim como seu oposto.

 

Essa é uma breve análise e pensamento pessoal da profundidade desse tema de acordo com nossa filosofia.

 

Consciência na sua etimologia vem de conscius (que sabe o que deve fazer) + sciens (conhecimento que se obtém através de leitura, estudos, instrução e erudição).
Assim sendo, entramos em um universo complexo, que só conseguimos novamente, aprofundar com o conhecimento da geometria sagrada.

 

 

 

 

Se consciência é a ciência do saber o que fazer, tem de haver uma estrutura que a mantenha, mesmo nas consciências mais rudimentares. Nós vemos que o átomo sabe o que fazer com suas órbitas bem estruturadas. Um pensamento, por mais simples que seja, sabe como manter sua estrutura em uma linha “lógica”, mesmo que incoerente. Um sentimento sabe como se manter estruturado e tem seus impactos, mesmo que absolutamente assimétrico.

 

 

Podemos concluir então, que tudo é consciência, pois como vimos, qualquer coisa sabe, a sua maneira, o que fazer.

 

A partir de que se faça cognição de algo, aquilo se torna consciente, já que se faz uma estrutura cognitiva lógica, que como vimos, se mantém estruturada em graus variados de coerência.
Entendem por que somos imagem e semelhança? Tudo começa com nossa cognição, e qualquer fagulha de pensamento já se torna consciente em seu determinado nível, assim que nós o plasmamos em nossa tela mental.
Mesmo o “nada”, só de o analisarmos e o definirmos como nada, já se plasma como uma consciência abstrata. Por isso que falamos que o nada “cospe”o tudo, assim que o interpretamos.

 

 

Agora, temos o paradoxo da fagulha inicial da consciência; o momento alfa.

 

 

Quando a consciência “desperta” no momento alfa, sendo cuspida do “nada”, é necessário que algo já a tenha feito cognição para existir. Algo “fora” dela que a plasmou, da mesma maneira que nós plasmamos um pensamento.
Essa é a mente de Deus, o momento ômega, que une a mais complexa consciência (momento dota), com a mais simples (momento alfa), mostrando que tudo é uma só unidade, e é a cognição desta consciência UNA que define todo o resto.

 

 

Assim, inconsciência, do ponto de vista quântico, não é concebível, já que no mundo quântico tudo é cognitível, e homens se fazem Deuses, assim como Deuses se fazem homens. Porém, no binário, inconsciência significa aquilo que ainda não se faz cognição, mas que como bem sabemos, na expansão eterna será abocanhada.

 

 

 

E quando não houver mais perguntas? Como vamos fluir sem ter o que questionar? Sem ter metas a cumprir? Sem sonhos intangíveis? Sem o abstrato que nos indaga?… O caos novamente se instalará, e vamos querer ter o que seguir através de uma nova obra!

 

 

… E até que um dia… outra vez, essa nova obra será traída e usurpada, e exigiremos conhecimento para fugir e criar outra era.
Essa é o revezamento de perspectivas que mantém o fluxo do alívio. Dualidade intrínseca que permite referência. Essa é a respiração de Deus!

 

 

 

Fraterno Abraço! Luz p´ra nós

Compartilhe a Verdade:


21
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




12 Comment threads
9 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
Pedro SoraJonathan MunizRômulo Matheus LinsCaroline Fernandes Rímoli Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luna Yashiki
Membro

gratidão a partilha. luz p nós!

Douglas Ceron
Editor

Simetria viva… Gratidão!
Luz pra nós!

Raquel Broll
Membro

Caramba, explicação simples e profunda, muito bom para todos entender, Gratidão, luz pra nós!

Thiago Galhas
Membro

Mais um belo post, irmão. Grato.
Luz p’ra nós!

Dri
Membro
Dri

Muito bom trabalho! Compartilhando
Luz pra nós

Admin bar avatar
Membro
Richard Maquiavel

Luz p’ra nós!

Caroline Fernandes Rímoli
Membro
Caroline Fernandes Rímoli

É sempre muito bom ler o que vc escreve! Luz pra nós!

Rômulo Matheus Lins
Membro
Rômulo Matheus Lins

Luz p’ra nos!

Jonathan Muniz
Jonathan Muniz

Muito bom Luz p’ra nós!

Membro

Muito bom!
Grata e luz pra nós!

Raquel Broll
Membro

Podemos dizer que o nada cuspindo o tudo é o tal big-bam, para facilitar compreensão?

Pedro Sora
Editor

de apocalipse a ragnarok