Conheça 10 dos cogumelos mais exóticos do planeta

32
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


Estima-se que apenas 5% das espécies de cogumelos estejam classificadas na literatura biológica.

 

Os cogumelos podem ser um delicioso alimento, ou um veneno terrível, mas como diferenciá-los? Bem, infelizmente nem um micologista (especialista em fungos) poderia saber com certeza, afinal estima-se que apenas 5% das espécies estejam classificadas na literatura biológica…

E mesmo que um cogumelo se pareça muito com uma espécie comestível, é bom não arriscar, afinal um mesmo gênero pode ter espécies mortíferas, alucinógenas e comestíveis, que é o caso dos cogumelos do gênero Amanita!

Veja abaixo alguns exemplos dos mais estranhos cogumelos e você vai ver que as aparências podem enganar mesmo. E lembre-se: Nenhum cogumelo deve ser consumido indiscriminadamente, pois podem ser perigosos e até fatais!

 

1 – Cogumelo “bola inflável” (Calvatia Gigantea)

 

 

Existem algumas variedades de cogumelos “bola inflável”, que pertencem à divisão Basidiomycota e cada um deles têm as suas próprias características únicas.

 

 

Mas o que todos eles têm em comum é que eles não crescem uma tampa aberta abas de esporos, mas os esporos são cultivados internamente e o cogumelo desenvolve uma abertura ou se abre para liberá-los.

Além de sua aparência geral, eles são chamados assim por causa das nuvens de esporos que soltam quando eles se abrem ou são atingidos com um impacto de gotas de chuva caindo. No caso do Calvatia gigantea, ele é facilmente reconhecido pelo seu tamanho e forma, sendo que alguns exemplares têm aproximadamente o tamanho de uma bola de futebol.

 

2 – Gaiola-das-bruxas (Clathrus ruber)

 

 

Este cogumelo é conhecido como clatro-vermelho, gaiola-de-bruxa ou lanterna-das-bruxas. O Clathrus ruber  alimenta-se da decomposição de matéria orgânica de plantas lenhosas e geralmente é encontrada em montes restos de material na floresta, sobre o solo do jardim, lugares com gramíneas ou lascas de madeira.

Se você o achou até bonito a ponto de pensar em colocá-lo em uma receita de risoto, é melhor desistir da ideia, pois esse cogumelo tem um odor bastante ruim.

 

 

3 – Ametista Enganador (Laccaria amethystina)

 

 

 

Laccaria amethystina, conhecido como Ametista Enganador, é um pequeno cogumelo comestível de tom roxo, que cresce nas florestas de coníferas e caducifólias da América do Norte, Central e América do Sul, Europa e Ásia.

 

 

Devido a sua coloração cor de ametista diminuir com a idade e com o desgaste do tempo, torna-se difícil de identificá-lo, daí o nome de “Enganador”.  Embora seja considerado comestível, talvez não seja uma boa ideia, pois alguns poluentes do solo podem se acumular no fungo.

 

 

4 – Cogumelo véu-de-noiva (Phallus indusiatus)

 

 

Além de estranho, esse cogumelo é muito gracioso, pois lembra o véu de uma noiva. Na verdade, o que confere essa característica a esse fungo é uma aba cônica em forma de sino em uma haste de onde sai uma delicada “saia” rendada, que quase chega até o chão.

 

 

Descrita pela primeira vez cientificamente em 1798 pelo botânico francês Étienne Pierre Ventenat, a espécie pode ser encontrada em jardins e bosques no sul da Ásia, África, Américas e Austrália, sendo comestível e muito utilizada na cozinha chinesa.

 

5 – Mycena chlorophos

 

 

Estes cogumelos com tons de neon que brilham no escuro são exemplares do Mycena chlorophos e surgem durante a estação chuvosa nas florestas brasileiras e japonesas, além da Polinésia, Java, Sri Lanka e Austrália, espalhando-se no solo com esporos brilhantes.

As bases de troncos de árvores, galhos e folhas caídas e solo úmido fornecem criadouros perfeitos para esses cogumelos. O brilho desses fungos fluorescentes é devido a bioluminescência, uma das reações mais incríveis que acontecem naturalmente em muitas plantas e animais.

 

.

6 – Céu-azul (Entoloma hochstetteri)

 

 

Entoloma hochstetteri é uma espécie de cogumelo encontrada na Nova Zelândia e Índia. O pequeno fungo tem uma bela cor azul em toda a sua superfície, que é causada por três tipos de pigmentos azuleno.

 

 

Esse cogumelo não é comestível, mas a informação se ele é ou não venenoso é ainda desconhecida. Sua beleza foi tão reconhecida na Nova Zelândia, que esta espécie fez parte das ilustrações de uma série de selos emitidos no país em 2002, além de aparecer na parte de trás de uma cédula de 50 dólares neozelandeses em 1990.

 

7 – Charuto do Diabo (Chorioactis geaster)

 

 

Este é um cogumelo muito raro e encontrado somente em alguns locais do Texas e no Japão. No Texas, o corpo de frutificação cresce nas raízes mortas de cedro, enquanto no Japão cresce em carvalhos mortos.

Os cientistas não sabem por que o fungo misteriosamente só vive no Texas e Japão, locais de aproximadamente a mesma latitude, mas separados por 11,000 km. O biólogo Fred Jay Seaver comentou: “este é apenas mais um exemplo da distribuição anormal e imprevisível de muitas espécies de fungos”.

 

8Cogumelo – cérebro (Gyromitra esculenta)

 

 

O apelido do Gyromitra esculenta já diz tudo sobre a estrutura desse fungo. Ele aparece pela Europa e por partes dos Estados Unidos e pode chegar a 10cm de altura e 15cm de largura. Apesar de ser fatal se for ingerido cru, ele é vendido como uma iguaria em partes da Escandinávia e na Finlândia, onde vem acompanhado de instruções para preparo. É usado em omeletes e sopas. Apesar disso, pesquisas recentes apontam que seu consumo não é seguro nem quando o cogumelo é cozido.

Apesar de potencialmente fatal se ingerido cru, Gyromitra esculenta é um petisco popular na EscandináviaEuropa de Leste, e na região dos Grandes Lagos da América do Norte. Apesar de popular em alguns distritos dos Pirenéus orientais, a sua venda é proibida na Espanha. Pode ser vendido fresco na Finlândia, mas tem de ser acompanhado de avisos e instruções sobre a sua correta preparação. Na culinária da Finlândia é consumido em omeletessopas, ou salteado.

 

 

Embora seja, em geral, parcialmente cozinhado antes de ser preparado, evidências recentes sugerem que mesmo este procedimento pode não tornar o cogumelo inteiramente seguro,[1] criando assim alguma preocupação sobre os riscos associados ao seu consumo mesmo quando preparado de modo correto. Quando consumido, o agente ativo principal do fungo, a giromitrina, é hidrolisada formando-se um composto tóxico chamado monometilidrazina. Esta toxina afeta o fígadosistema nervoso central, e por vezes os rins. Os sintomas de envenenamento incluem vómitos e diarreia várias horas após a ingestão, seguidos de tonturas, letargia e cefaleia. Casos graves podem levar ao delíriocoma e até à morte após cerca de 5-7 dias.

 

9dente sangrento

 

 

Esta bizarra massa branca, coberta por gotas vermelhas como sangue, é uma rara espécie de “cogumelo” que surge em matas sombreadas. Por sua aparência exótica, é mais conhecido pelo apelido popular: fungo sangrento.

Ele é um membro da família Bankeraceae e seu nome científico é Hydnellum peckii. É muito encontrado em diversos países da Europa e América do Norte. Recentemente, exemplares foram observados na Coréia do Sul e no Irã.

Quando estes fungos encontram-se em estágio jovem, eles podem “sangrar”. O líquido vermelho que ele libera contém pigmentos e substâncias com propriedades anticoagulantes, como a heparina.

 

 

Outros anticoagulantes como a atrometina também são encontrados. Além disso, a atrometina possui propriedades bactericidas.

Ele ainda é chamado por vários outros nomes, como fungo-dente-sangrento e dente-do-diabo. Apesar de possuir característica muito evidente quando jovem, ao envelhecer, torna-se irreconhecível por obter aspecto marrom.

 

 

10Cicuta Verde – Amanita phalloides

 

 

Esse é simplesmente o cogumelo mais venenoso e fatal do mundo, sendo o responsável por 90% dos casos de envenenamento por cogumelos em todo o planeta. Na Europa é responsável por milhares de casos graves de intoxicação e mortes. Já foram várias as suas vítimas, inclusive o Papa Clemente VII, que morreu depois de comer um único cogumelinho desses. Mais recentemente, em 2012, turistas orientais na Austrália se intoxicaram, e dois deles morreram, com esses mesmos cogumelos que foram servidos na Ceia de Ano Novo por engano, confundidos com espécies comestíveis. Suas toxinas atacam o fígado e rins, provocando danos irreversíveis, mesmo antes do aparecimento dos primeiros sintomas. O único tratamento possível na maioria dos casos é um transplante de fígado! Calcula-se que apenas 50 gramas desse cogumelo sejam suficientes para provocar a morte de um ser humano adulto.

 

Fonte: Megacurioso / Hypescience

 

mais alguns:

veja tmbm:

terito logo

 

Compartilhe a Verdade:


5 1 vote
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

dayllon13

☥Servo de Deus🔥Leal a Lucifer☥

Entre com:




Subscribe
Notify of
32 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Leonardo Moreira
14/08/2020 8:28 am

Ui, dá um pouco de medo mas é interessante.
Obrigado por avisar sobre esses perigos.
Luz P’ra Nós!

Silvia Cristina Rodrigues
14/08/2020 8:31 am

Muito exóticos , lindos! Luz p’ra nós

Ronaldo Vieira
14/08/2020 10:14 am

Natureza é foda hein!!! Luz pra nós!

Xablau
14/08/2020 11:39 am

Belíssima matéria.
Muito bom saber sobre alguns desses fungos misteriosos.
Luz pra nós!

Jeferson Vinicio
14/08/2020 11:57 am

muito interessante, vlw pelo post, Luz p’ra nós!

Lin de Oliveira
14/08/2020 12:32 pm

Luz p´ra nos !!!

Márcio Henrique
14/08/2020 1:40 pm

Que lindos!!
Luz pra nós!

Tatta Amanda
14/08/2020 3:52 pm

Lindões!
Por aqui vejo muitos do tipo véu de noiva, acho magnífico como é delicado, não sabia que eram comestíveis, vou pesquisar mais sobre.
Valeu irmão, pela matéria. Luz p’ra nós.

Bruna Sollara
14/08/2020 5:26 pm

Tem uns bem estranhos kkk mas ao mesmo tempo lindo, não sabia q tinha outras espécies .. gratidão
Luz p’ra nós!

Admin bar avatar
14/08/2020 8:21 pm

são lindos, Luz p’ra nós

Lua
Lua
14/08/2020 8:35 pm

Luz p’ra nós!

Gustavo Borba
14/08/2020 10:01 pm

Para saber se as outras espécies de cogumelos são viáveis ou não para o ser humano, só usando da boa intuição e contato com Deus. Tenho vontade de comungar com algum cogumelo. Luz p’ra nós!

Amandinha
14/08/2020 10:31 pm

Luz p’ra nós!

Williams Rodriguez
15/08/2020 2:23 pm

Luz pra nós!

Fred H.
15/08/2020 11:08 pm

Caraca, esses são mt lindos! Eu amo cogumelitos rs
Luz p’ra nós!

Luiz Cláudio
16/08/2020 2:49 pm

Luz p’ra nós!

Next Post

Netanyahu: Sistema de defesa com mísseis Arrow-2 testado com sucesso

sex ago 14 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade:Netanyahu: Sistema de defesa com mísseis Arrow-2 testado com sucesso O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu anunciou que Tel Aviv testou com sucesso o interceptor de mísseis balísticos Arrow-2, desenvolvido em colaboração com os Estados Unidos. “Elogio o estabelecimento de defesa e as indústrias de defesa por […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Jeferson Vinicio
Gustavo Borba
José
Mateus Oliveira

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos

Selo

300 Téritos

People who have earned this:

error

Seja caminho para a Verdade

32
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas