Compostar para os outros é uma forma de ganhar dinheiro e ajudar o planeta

Compartilhe a Verdade:


Como mais da metade do lixo que produzimos em casa é orgânico, muita gente hoje em dia reaproveita esses resíduos orgânicos domésticos em composteiras, colocando em suas próprias casas as cascas de frutas e sobras de comida em uma terra com minhocas que transformam esses restos em adubo. O que a empresa brasileira VideVerde faz é aplicar essa lógica em grande escala – compostando e transformando em adubo, por exemplo, os restos orgânicos dos mais de 60 restaurantes do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro.

Conduzida pelos sócios Márcio Santos e Marcos Rangel, a compostagem em escala industrial da VideVerde atende não só ao aeroporto, mas a hospitais, empresas, redes de supermercados, shoppings e até uma siderúrgica em Itaguaí, no Rio de Janeiro.

Assim, a empresa realiza em 60 dias e fechando todo o ciclo da sustentabilidade o que, em aterros convencionais (que simplesmente amontoa os materiais recicláveis e produz uma quantidade imensa de gás metano) levaria um século para ser solucionado. A empresa hoje trabalha com 35 funcionários, 10 caminhões para mais de 60 clientes em 80 pontos de coleta no Rio.

A VideVerde hoje tem capacidade para processar 1500 toneladas de resíduos orgânicos por mês, realizando justamente o ciclo completo – desde a coleta do lixo até a compostagem, produção de composto e alimentos orgânicos.

Cobrando um valor médio de R$ 400 por tonelada coletada, a empresa, sediada em Cachoeira de Macacu, no estado do Rio, é hoje uma das poucas no Brasil a realizar compostagem em escala industrial.

Diante de um problema ancestral e imenso, trata-se de uma solução ecológica, viável e até mesmo lucrativa – sem precisar, para isso, destruir o planeta.

Compartilhe a Verdade:


10
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




7 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
João PedroAriel dos SantosJucemar MelloDouglas Ceron Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Douglas Ceron
Membro

Isso sim é conscientização!!!!
Obrigado por compartilhar este conhecimento!

Jucemar Mello
Membro
Jucemar Mello

Aqui em casa eu reaproveito todo lixo orgânico na hortinha de 5 m2, ta repleta de minhocas de todo tamanho e uma terra muito fertil!!!

João Pedro
Membro

Ai fica bom de plantar umas ervas em Jucemar. Quero ver quando tiverem grandes.

Jucemar Mello
Membro
Jucemar Mello

Eu queria plantar minhas cannabis ali, mas fica muito a vista de quem passa na rua, enquanto não liberarem o cultivo caseiro de cannabis medicinal é bem facil de arrumar encrenca com a “lei”! Lamentável!

João Pedro
Membro

Por isso que ainda n plantei ainda. Quero morar isolado dessa lei fajuta, ai sim vai da pra fazer um jardim mágico.

Membro

Que ideia legal da Vide Verde. Aqui em casa também faço compostagem e minhas plantinhas agradece. Linda matéria

Márcio Henrique Brito Vieira
Membro
Márcio Henrique Brito Vieira

Muito bom!!

Freit EDL
Membro

Isso é deixar o povo transbordar novas ideias,as soluções surgem.

Ariel dos Santos
Membro
Ariel dos Santos

Interessante, esse tipo de iniciativa faz bem a todos. luz p’ra nós

João Pedro
Membro

Gostei da ideia, acho muito importante o investimento nessa área, se não começarmos a ter soluções inteligentes agora o problema vai virar uma catástrofe…
Luz pra nos!