Cigarras, fungos e o enteógenos

5
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


As cigarras fêmeas põem seus ovos e morrem logo depois. Esses ovos quebram e os filhotes (ninfas) caem na terra. Eles podem viver ali por até 17 anos se alimentando da seiva de raízes. Depois desse período eles cavam túneis e sobem nas árvores para sofrer uma metamorfose e virar adultos.

 

Já foi divulgado pelos cientistas estudos onde revelam que encontraram psilocibina (o princípio ativo dos cogumelos mágicos) e catinona (um alcaloide encontrado em uma planta – a metilona que pertence à família das catinonas) no corpo de algumas centenas de cigarras americanas.

 

 

Acontece que depois do período no solo, essas ninfas podem ser “infectadas” por um fungo chamado Massaspora. Esse fungo cresce por todo o inseto, consome seus órgãos e converte um terço do traseiro de seu corpo em um massa de esporos. As cigarras vivem como se nada tivesse acontecido, e esses esporos continuam a cair e “infectar” outras cigarras. Esse fungo não é novidade e foi descoberto no século 19. Mas o que encontraram agora foi que ele dosa suas vítimas com substâncias enteógenas.

 

“Talvez seja por isso que as cigarras andam por aí como se nada estivesse acontecendo, mesmo que um terço de seu corpo tenha caído”

 

Os cientistas coletaram cerca de 150 dessas cigarras. Greg Boyce, um membro da equipe, examinou todos as substâncias encontradas nas várias cigarras. E para sua surpresa, ele descobriu que as asas delas estavam carregadas de psilocibina. “Parecia impossível”, diz ele. Afinal, ninguém jamais detectou a psilocibina em outra coisa senão cogumelos.

 

As surpresas não pararam por aí. Foi encontrada a catinona, uma espécie de anfetamina. Nunca havia sido encontrado em um fungo antes. Na verdade, era conhecido apenas da planta Khat que há muito tempo é mastigada por pessoas do Oriente Médio e da África. Mas aparentemente, a catinona também é produzida pelo Massaspora depois de “infectar” as cigarras.

 

A equipe fez um grande esforço para verificar se o Massaspora realmente contém esses substâncias enteógenas, e descobriram que o fungo tem os genes certos para produzir-las e contém as substâncias precursoras necessárias.

 

A psilocibina, em particular, é um enteógeno. Então seria possível comer essas cigarras com intenção de ter uma expansão consciêncial? É possível que sim, portanto é provável que seria necessária uma dúzia ou mais delas. Mas é possível que no início das “infecções” na cigarra, o fungo possa bombear concentrações mais altas destes enteógenos.

 

As cigarras se comportam de maneira diferente do comum. Mesmo consumindo pelo fungos, os machos se tornam hiperativos e hipersexuais. Eles freneticamente tentam acasalar com qualquer coisa que possam encontrar, inclusive com outros machos. Eles vão até mesmo imitar os sinais de asas das fêmeas para atrair os machos em direção a eles. Nada disto é benéfico para cigarra, até os fungos usam disto para se poriferar em novos hospedeiros, seus genitais neste momento já foram devorados pelo fungo ou caíram com o resto de suas bundas.

 

Kason suspeita que a catinona e a psilocibina são responsáveis por pelo menos alguns desses comportamentos. A cigarra neste estágio já perdeu partes do seu corpo pro fungos, e naturalmente estaria sem energia, mas agora elas têm de sobra. A catinona poderia explicar isso.

 

A psilocibina, se trata de um enteógeno que é comungado por humanos para fins de expandir a consciêcia, mas para as cigarras neste sentido é mais difícil de explicar, não sabemos muito bem o que ela pode gerar nas cigarras. Porém há uma teoria de que cogumelos mágicos desenvolveram a psilocibina para reduzir o apetite de insetos que poderiam competir com eles pela comida. Talvez, suprimindo o apetite das cigarras, a Massaspora os afaste da busca por alimento e os ponha em direção ao acasalamento incessante.

 

Existem muitos fungos parasitas que manipulam o comportamento de hospedeiros insetos, incluindo os famosos fungos Ophiocordyceps, que podem transformar formigas em zumbis.

 

“Há muita curiosidade sobre como esses fungos podem realmente manipular o comportamento, e esta é a primeira vez que se identificou estes compostos neles.
A descoberta abre muitas questões, para os cientistas. O que exatamente esses enteógenos fazem para as cigarras? E outros fungos se desenvolveram da mesma forma, ou cada fungo “manipulador” desenvolveu sua estratégia para induzir o comportamento desejado dos hospedeiros?

 

Considerações: as vezes pode parecer um pouco triste essa história, “os fungos usando dos enteógenos como complemento para ajudar a parasitar com mais eficiência”, mas já sabemos que a proliferação desacerbada de qualquer espécie desequilibra a coexistência com as outras, isto é a própria natureza se reposicionando, mantendo a sua harmonia por si mesma, ela mesmo tem as suas estratégias para ser viva, ser o que é, para nós humanos o enteógeno é uma aliado para todos aqueles que procuram com pureza a sua expansão

…Até porque também os estudo não serviu apenas para explicar a prática incomum das cigarras. Segundo o pesquisador Kasson, os compostos psicoativos podem ser importantes para a medicina. Para o tratamento de doenças mentais. Tanto que estudos recentes sugerem que pequenas doses de psilocibina podem ajudar na depressão

 

Curiosidades  – Vídeo complementar:

Enviado por Deca Hoffmann

 

Compartilhe a Verdade:


0 0 vote
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Michelly

Entre com:




Subscribe
Notify of
5 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Mateus Corrêa
06/02/2020 2:17 pm

Uoooooow que legal irmã, post mt bom. Gratidão
Luz pra nós

Rayana
06/02/2020 6:52 pm

Interessantíssimo, gratidão irmã! A natureza é rica em seus ensinos!
Luz pra nós!!

Jonathan Muniz
06/02/2020 10:26 pm

Luz p’ra nós!

Daniel Lucas
31/07/2020 8:45 am

Luz p’ra nos

Next Post

"Acordo do século morrerá antes de Trump", tuitam Iranianos

qui fev 6 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade:Foto: Sinais de protesto estão presos em um gramado durante uma manifestação contra o plano de paz do presidente dos EUA, Donald Trump, no Oriente Médio, em Londres. 1 de fevereiro de 2020.  / Simon Dawson “Acordo do século morrerá antes de Trump”, tuitam Iranianos … apelidando […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Ronaldo Vieira
José
Tatta Amanda
Aurélio de Carvalho 🇧🇷 ❄
Márcio Henrique
Daniel Lucas

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos
error

Seja caminho para a Verdade

5
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas