Câmara aprova reforma da Previdência que deixa os pobres mais longe da aposentadoria

Compartilhe a Verdade:


O texto-base da reforma da Previdência é aprovada em 1º turno na Câmara com 379 favoráveis e 131 contrários; PEC que na prática inviabiliza aposentadoria dos mais pobres ainda passará por segunda votação no Plenário.

 

(*O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, olha a cara desse traidor! Chorando de felicidades por estar impedindo os Brasileiros de se aposentarem. Não se esqueçam desses rostos pessoal.*)

 

Agência Câmara – O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou em 1º turno, por 379 votos a 131, o texto-base da reforma da Previdência (PEC 6/19). Agora os parlamentares começarão a votar os destaques apresentados à proposta.

Os destaques podem ser de emenda ou de texto. Para aprovar uma emenda, seus apoiadores precisam de 308 votos favoráveis. No caso do texto separado para votação à parte, aqueles que pretendem incluí-lo novamente na redação final da PEC é que precisam garantir esse quórum favorável ao trecho destacado.

A matéria foi aprovada na forma do substitutivo do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), que apresenta novas regras para aposentadoria e pensões.

O texto aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, aumenta as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

Outros pontos

Ficaram de fora da proposta a capitalização (poupança individual) e mudanças na aposentadoria de pequenos produtores e trabalhadores rurais (*Por enquanto, pois o principal já se foi feito, abriu-se a porteira para se mexer na Previdência que era sagrada e protegida pela constituição.*)

Na nova regra geral para servidores e trabalhadores da iniciativa privada que se tornarem segurados após a reforma, fica garantida na Constituição somente a idade mínima. O tempo de contribuição exigido e outras condições serão fixados definitivamente em lei. Até lá, vale uma regra transitória

Para todos os trabalhadores que ainda não tenham atingido os requisitos para se aposentar, regras definitivas de pensão por morte, de acúmulo de pensões e de cálculo dos benefícios dependerão de lei futura, mas o texto traz normas transitórias até ela ser feita.

Obstrução

A oposição obstruiu os trabalhos por ser contra os termos do substitutivo, argumentando que as regras são rígidas demais, principalmente para os trabalhadores de baixa renda.

 

(*) Comentários do Autor.

 

É Nós Por Nós, Vamos Ajudar nos Merchs Família !!

Compartilhe a Verdade:


8
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




7 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
Victor YuriFreit EDLAdmin bar avatarDiosane FortunatoPedro Sora Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Dri
Membro
Dri

😱
Muita Luz p’ra nós.

William jefferson
Membro
William jefferson

QUE TRISTE !

Shirley Dias de Oliveira
Membro
Shirley Dias de Oliveira

Muito triste, mais triste ainda e ver pobres que apoiaram isso!

Pedro Sora
Editor

desgraçados querem torcer ate a ultima gota do nosso suor do nosso esforço
essa sociedade ta por um triz mesmo…
Luz p’ra nós

Diosane Fortunato
Membro
Diosane Fortunato

E ainda vejo idiotas por escolha defendendo o atual governo e estado da liderança atual, isso me deixa mais puto! Ps: a grande maioria pobre e querendo pagar de sabidão. Lamentável. Luz pra nós

Admin bar avatar
Membro
Henrique Barboza Vaz

É bronca! Que o Todo nos socorra, maranata,ora vem Reino de Luz!

Victor Yuri
Membro
Victor Yuri

Não entendo brasileiros trabalhadores apoiando isso e até comemorando. Parece estarem hipnotizados, muito triste isso.