qua. abr 14th, 2021
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


Salve EDL;

Dando sequência a resposta que dei na live mais recente do Youtube, trago mais detalhes sobre todo o processo, para quem interessar..

P’ra começar, explicarei as melhores versões atuais e as conectarei:

Sabemos que em interpretação linear, Adão e Eva foram os primeiros humanos na Terra, e eles povoaram o planeta – como vemos no livro de Gênesis 5,4 “E foram os dias de Adão, depois que gerou a Sete, oitocentos anos, e gerou filhos e filhas”. 

Eles praticaram incesto? Como isso não causou deformidades na descendência?

Para compreender isso, considere a forma em que tal pergunta é proposta: ‘A Bíblia diz que Adão e Eva tiveram dois filhos, Caim e Abel. Caim matou seu irmão Abel e foi para outra terra onde obteve uma esposa e constituiu família. Se Adão e Eva eram os únicos humanos criados por Deus, onde foi que Caim obteve sua esposa?’

Ao formular a pergunta dessa forma, é evidente que os interrogadores pensam que Adão e Eva não devem ter sido, originalmente, os únicos humanos. Assim, raciocinam, Caim evidentemente obteve sua esposa de outros povos que viviam na terra. No entanto, este conceito não se harmoniza com a Bíblia, que afirma: “Adão chamou a sua esposa pelo nome de Eva, porque ela havia de tornar-se a mãe de todos os viventes.” — Gên. 3:20.

Muitos outros, contudo, não crêem que o relato bíblico da criação é histórico. Tais críticos mundanos, por conseguinte, talvez rejeitem a pergunta sobre onde Caim obteve sua esposa como não sendo digna de consideração. Não crêem que Adão e Eva ou seu filho Caim tenham realmente existido.

Bem, então, é legítima a pergunta sobre Caim e sua esposa? Temos sólida razão de crer que ele e seus pais realmente existiram, e que a inteira família humana deveras surgiu duma fonte comum, Adão e Eva?

Sim, este conceito bíblico se harmoniza com a evidência. Os cientistas modernos, de fato, indicam isto. Por exemplo, na Terceira Declaração Sobre Raça da Organização das Nações Unidas Para a Educação, a Ciência e a Cultura, vinte e dois peritos afirmam: “A humanidade é uma só . . . todos os homens pertencem à mesma espécie, Homo sapiens. . . . todos os homens são provavelmente derivados do mesmo tronco comum.”

Também, a Professora Ruth Benedict e o Dr. Gene Weltfish observam na publicação The Races of Mankind (As Raças da Humanidade): “A história da Bíblia sobre Adão e Eva, pai e mãe de toda a raça humana, dizia há séculos atrás a mesma verdade que a ciência tem revelado hoje: que todos os povos da terra são uma só família e têm origem comum.”

 

 

Bem, então, visto ser este o caso, onde foi que Caim obteve sua esposa? Há uma resposta bíblica lógica?

 

Sim, há. É dada nas próprias instruções fornecidas a Adão e Eva pouco depois de sua criação, a saber: “Sede fecundos, e tornai-vos muitos, e enchei a terra e sujeitai-a.” — Gên. 1:28.

A obediência a tal ordem exigiria que Adão e Eva tivessem filhos. Daí, tais filhos, por sua vez, se casariam e teriam filhos. Este processo de reprodução por sucessivas gerações teria de continuar a fim de encher a terra, em harmonia com o propósito de Deus.

Entretanto, antes de Eva ficar grávida de seu primeiro filho, Caim, tanto Adão como sua esposa Eva pecaram, desobedecendo a Deus, e foram expulsos do jardim do Éden. (Gên. 3:1-19) Onde viveriam então Adão e Eva? A Bíblia nos diz: “Com isso, Jeová Deus o pôs para fora do jardim do Éden para lavrar o solo de que tinha sido tomado. E expulsou assim o homem, e colocou ao oriente do jardim do Éden os querubins e a lâmina chamejante duma espada que se revolvia continuamente para guardar o caminho para a árvore da vida.” — Gên. 3:23, 24.

 

 

Disto pode-se ver que Adão aparentemente foi para o oriente do jardim do Éden. Foi ali que, não só Caim e Abel nasceram, mas a Bíblia também menciona mais tarde o nome dum terceiro filho, Sete. No entanto, note que Adão e Eva também tiveram outros filhos. Pois Gênesis 5:4 afirma: “E os dias de Adão, depois de gerar Sete, vieram a ser oitocentos anos. Entrementes, ele se tornou pai de filhos e de filhas.”

Isto significava que Caim e Abel tinham irmãs, e possivelmente outros irmãos não alistados nominalmente. Estes cresceram juntos como a família original da terra.

Passou-se o tempo. Por fim, depois da oferta de sacrifícios a Deus por dois dos filhos, Caim ficou com inveja de Abel porque Deus mostrou favor para com Abel e seu sacrifício, mas não para com Caim e o sacrifício dele. Caim permitiu que o ódio se desenvolvesse para com Abel e o matou. — Gên. 4:1-8; 1 João 3:10-12.

Por esta ação iníqua, Deus sentenciou Caim ao banimento, longe dos restantes de seus parentes. A Bíblia diz: “Caim foi embora de diante da face de Jeová e foi morar na terra da Fuga, [chamada “a terra de Node” em algumas traduções da Bíblia], ao leste do Éden.” — Gên. 4:9-16.

No entanto, note aqui que a Bíblia não diz que Caim encontrou sua esposa na terra da Fuga. Simplesmente diz: “Caim teve depois relações [sexuais] com a sua esposa, e ela ficou grávida e deu à luz Enoque.” — Gên. 4:17.

Onde, então, obteve Caim sua esposa? Foi obviamente dentre sua própria família. Sua esposa era uma de suas irmãs carnais, uma filha de Adão e Eva. Caim provavelmente já era casado na ocasião em que matou Abel, ou pouco depois disso tomou como esposa a uma de suas irmãs. Então viajaram juntos para a terra da Fuga, onde fixaram residência e iniciaram sua própria família.

“Mas, tal união é incesto!” alguns talvez objetem. Tal objeção reflete o conhecimento do risco para os filhos quando irmãos e irmãs se casam em nossos dias. Estes freqüentemente nascem com certas deformações físicas ou com incapacidade mental. Assim, a maioria dos países hodiernos dispõem de leis que proíbem o casamento entre parentes carnais próximos.

Deve-se lembrar, contudo, que as circunstâncias diferiam nos primeiros tempos. Adão e Eva foram criados perfeitos, e a instrução dada a eles de ‘multiplicar-se e encher a terra’ necessariamente exigiria que seus descendentes se casassem uns com os outros e se reproduzissem. (Gên. 1:28) Mas, como humanos perfeitos, seus filhos teriam sido perfeitos como eram seus pais.

Muito embora Adão e Eva pecassem e se tornassem imperfeitos, Caim e seus irmãos e irmãs ainda estavam tão próximos da perfeição física que os seus filhos não sofreram os mesmos efeitos adversos como sofrem os filhos hoje nascidos de tais uniões. Até mesmo cerca de 2.000 anos depois, o fiel servo de Deus, Abraão, casou-se com sua meia-irmã, Sara, e Deus não desaprovou isto. (Gên. 20:12) Passaram-se outros 450 anos mais ou menos até que Deus achou apropriado fornecer à sua nação de Israel um conjunto de leis que proibiam o incesto sob pena de morte. (Lev. 18:8-17) Nessa época, a imperfeição aparentemente chegara a tal ponto que não era mais seguro que parentes próximos se casassem.

Assim, na realidade, a pergunta de onde obteve Caim sua esposa não é difícil. A resposta é fornecida ali mesmo na Bíblia, e se torna óbvia quando se lê cuidadosamente o relato da Bíblia.

 

Conforme explicamos na live, a Consciência era mais completa e precisava fragmentar-se; depois de tanto fragmentar-se precisa fazer o processo inverso… Buscar os fragmentos, não continuar dividindo o pouco que resta; senão dá defeito na hora de plasmar no físico. Lembre-se:

  • Há duas Tórus em pauta: A da Vida (e foi-lhes negado o acesso à Árvore da Vida), e a Tórus da Morte, para onde vão após a queda. Então eles eram os primeiros seres Vivos, mas não Mortos. Caim até diz: “mas me matarão”; ora, quem o “mataria”? – Essa é a conexão de Eras que vocês da Escola já entendem bem. É o lugar p’ra onde Lilith fora (ou de onde viera).

Dessa forma, em termos conscienciais há dois mundos. No da Vida, antes do “pecado”, a Vida nascia como alguém entrando pelo portal do Eden. A Consciência expande e transborda na Perfeição. Porém, a Perfeição sendo completa, já tem seus Anjos e Demônios, que não podem se mover na certeza fixa da eternidade. Sendo assim, a própria Luz se derrama no ralo ao meio, o escuro, o centro do giro, a Árvore Proibida, e vai para o único lugar possível: o desconhecido, o abstrato. Esse lugar é a confusão, a incerteza, o medo, o “mau” – todo o avesso da eternidade, ou seja, é a Morte.

 

 

Esse é o lugar daqueles que desprezaram a Certeza de Deus, e escolheram a Dúvida de si mesmos. É a Consciência se re-conhecendo através do Abstrato feminino; entre Eva e Lilith (Vida e Morte), fazem uma ponte que dá o discernimento a Maria, que seria a “mulher completa” = Espírito Santo (“Mãe de Deus”). Estando ela mesma entre um Anjo que cai (Lilith) e um Demônio que se eleva (Eva).

Quando o Anjo Lilith escolhe ir p’ro avesso, o avesso também não via a hora de sair da Morte. Isto é o Espírito se dando as Mãos. Assim, uma vai e outra vem, dessa vez humilde, pois viu a Morte, e mostrou para Adão. Todo esse discernimento feminino dá a Luz ao Redentor através da sábia Maria.

Veja que a queda de Lilith, foi proposital, querendo ela dar vida à morte. Já Adão e Eva consideravam-se sofredores. Quando eles escolhem voltar p’ra Deus, sua Consciência da Morte passa adiante, primeiro para os animais sacrificados para cobrirem suas vergonhas “memórias que agora voltaram”; e com isso posicionado, o mundo avesso plasma no filho Caim.

Notem que o Sacrifício para o filho enérgico era aturar a horta, cuidar do pomar, exercitar a paciência e oferecer coisas lindas sem sangue p’ra Deus. Esse era o arrependimento que chegara da Morte. Abel, por outro lado, significa algo como fumaça, e seu sacrifício era ter que matar, coisa que seu irmão poderia fazer com muito mais facilidade e menos trabalho. Notem o paradoxo, pois Deus achou mais penoso o sacrifício d’aquele que mata, do que d’aquele que evita matar. Logo, a Serpente em Caim se revolta, achando força na Coerência: “Deus, afinal, gosta mais é do sangue? Vou mandar um que vale mais!” Então mata Abel. Veja que embora coerente, é limitado e egoísta; pois é claro que Deus tem seus motivos. A morte colhida por seus pais estava sendo repassada aos animais. Olhando teatralmente, podemos julgar esse ou aquele, mas na Verdade, tudo é o roteiro dos Tempos, lembrando a Deus do que ele mesmo é em cada uma de suas vidas.

Veja que o sacrífico não está no abate do animal em si, mas sim em quem o sacrifica. Se fosse Caim sacrificando com facilidade ou até prazer, não seria sacrifício. Era sacrifício penoso para Abel, que cuidava dos bichos e a eles tinha apego. Veja que ambos os lados são a base do Messias se fragmentando para voltar a si do outro lado. Assim Adão é Cristo vivente, e Cristo é Adão vivificante.

 

Sete

O terceiro filho de Adão e Eva, nascido após o assassinato de Abel chamava-se Sete. Ele é considerado como o ancestral de todos os homens justos, sendo dele a linha sucessiva de Noé, logo de toda a humanidade. Este irmão é o único que fica quando os dois anteriores “morrem” um de forma abstrata e outro lógica, pois sempre foram um só.

 

 

  • AZURA e AVAN

Para manter a linha lógica temporal temos que escolher uma Tórus de observação, e diante disso, os Abstratos de Caim e Abel na “Tórus de lá”, são plasmadas como irmãs na “Tórus de cá”.

Essa tradição é mantida até hoje pelo livro dos Jubileus, que é judaico; e também é mantida pelos Árabes Muçulmanos.

Na tradição bíblica sabe-se que Adão teve 33 filhos e 23 filhas, sendo que apenas Caim, Abel e Sete foram citados nominalmente, entretanto, no Livro dos Jubileus, revela-se o nome de duas filhas:

 

Azura, segundo o Livro dos Jubileus, foi uma das filhas de Adão e Eva. Ela tornou-se a esposa de (seu irmão) Sete e posteriormente mãe de seus filhos.

A outra filha mencionada no Livro dos Jubileus é Avan, algumas vezes grifada como Awan. Esta casou-se com Caim, após o assassinato de Abel, partindo com ele para a “Terra de Node”, lá eles teriam fundado a primeira cidade que foi batizada com o nome de seu filho, Enoque.

 

 

Balbira e Kalmana

Para o islamismo, tanto Caim quanto Abel, nasceram com uma irmã gêmea, que se tornariam as suas futuras esposas. Segundo o “Livro das Gerações” Seder HaDorot, seus nomes eram Balbira e Kalmana.

Elas, inclusive, fariam parte do descontentamento que gerou o conflito entre os irmãos, já que Caim estava insatisfeito com sua parceira.

Segue:

“O primeiro filho de Adão e Eva, Caim e sua irmã, eram gêmeos; Abel e sua irmã, também gêmeos, vieram em seguida. Adão e sua família viviam em paz e harmonia. Caim lavrava a terra enquanto Abel cuidava do gado. O tempo passou e chegou o momento dos filhos de Adão casar. Um grupo de companheiros do Profeta Muhammad, incluindo Ibn Abbas e Ibn Masud relataram que o casamento do menino de uma gravidez com a menina de outra gravidez foi a prática entre os filhos de Adão. Assim sabemos que o plano de Deus para encher a terra incluía os filhos de Adão casarem com a irmã gêmea do outro.” (Fonte: Islam Religion)

Balbira e Kalmana do islã, são identificadas como sendo respectivamente a Azura e Avan do Livro dos Jubileus.

 

De acordo com várias tradições abraâmicas, Avan (do hebraico אָוֶן aven “vício”, “iniquidade”, “potência”) era a esposa e irmã de Caim e filha de Adão e Eva. O nome Avan é usado no Livro dos Jubileus; em outros textos abraâmicos, (como a Caverna dos Tesouros) ela é chamada de Qelima. Sua irmã Azura (עֲצֻרָה atzurah “restrição”) foi a esposa dos dois irmãos de Caim: Abel e, após o assassinato de Abel, de Sete. Em uma obra cronológica hebraica, ela é chamada de Balbira.

 

Note que a questão das irmãs gêmeas suavizam o incesto. Vibracionalmente, a mais irmã é a que nasceu com ele, sua gêmea; já a do outro, é relativamente menos sua irmã do que d’ele. Em termos relativos, de comparação, torna a tensão fisiológica muito mais plausível, visto que a outra irmã não é tão íntima nem tão parecida com ‘você’.

Porém, quando o conflito se “arma”, quem fica e quem vai são as irmãs mais similares e não as mais opostas, lançando os opostos aos extremos do Céu e Inferno. Repare quem nem um lado nem outro está realmente Vivo ou Morto, apenas tocaram estes momentos opostos e seguiram p’ro seu lado relativo. O Eden continuou como algo intocado, e o Inferno como algo evitado. Então a realidade estava acontecendo “no meio”, para ambos os lados.

Torne-se membro e receba as apostilas, incluindo a nova que vai chegar: Cristo é o Anticristo

Ajude compartilhando, fique em sintonia com a Verdade! Invista na Escola!

 

Sobre a diferença do peso dos sacrifícios vou falar mais na live de agora.


Luz p’ra nós

 

 

Compartilhe a Verdade:


5 1 vote
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Entre com:





Subscribe
Notify of
28 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
31/01/2021 11:49 am

Obrigado Mestre Bob por mais esse Precioso Conhecimento. Estou estudando todo o conteúdo do post tmbm da live para absorver o máximo de pacotes possíveis e compreender todo esse Processo Atemporal.
Obrigado Amado Mestre ✪☥
Luz p’ra nós 🍎

Gustavo Kraemer
31/01/2021 12:10 pm

Luz pra nós!
Live incrível, grato pelas explicações

Williams Rodriguez
31/01/2021 12:35 pm

Muito bom, conseguir entender. Grato pelas explicações.

Mateus Oliveira
31/01/2021 1:35 pm

Incrível Mestre! Palavras não expressam a gratidão por todo o conhecimento!

Daniela Cristina
Editor
31/01/2021 1:39 pm

vou dar uma lida no texto Mestre! que explicação maravilhosa sobre Caim e Abel ficou tudo tão claro… agora faz sentido <3 gratidão por posicionar esses momentos tão preciosos <3

Tatiely
31/01/2021 1:26 pm

Gratidão! 🙏💜
Luz p’ra nós!🙌🌟🙌

Arlete Lima
31/01/2021 2:58 pm

Conteúdo maravilloso! Só na edl mesmo com o Mestre Bob Navarro. Gratidão sempre. Luz pra nós…

Silvia Cristina Rodrigues
31/01/2021 5:16 pm

É muita riqueza toda essa explicação! Muito grata 🙏Luz p’ra nós…

Luiz Cláudio
31/01/2021 5:25 pm

Luz p’ra nós!

Hitler
31/01/2021 6:09 pm

Gratidão mestre, a explicação ficou muito boa!
Luz p’ra nós!

Admin bar avatar
31/01/2021 6:24 pm

Grato mestre, Luz pra nós!

José Ricardo Dos Santos
31/01/2021 7:51 pm

Luz p’ra nós.

Kaique
31/01/2021 8:30 pm

Luz p’ra Nós!

José Ricardo Dos Santos
31/01/2021 7:52 pm

Interessantíssimo.

Higor
31/01/2021 7:54 pm

Luz p’ra nós!

Bruna Sollara
31/01/2021 8:01 pm

Ótima live
Luz p’ra nós!

Maria Fernanda
31/01/2021 10:31 pm

Sem palavras para a explicação de Caim e Abel, Adão e Eva… tudo que foi dito na live e se complementou aqui. Gratidão Mestre por tudo que nos explica e que faz por nós. Que possamos retribuir de alguma forma <3 Deus abençoe. Luz p’ra nós!

Dudu de Souza
Editor
01/02/2021 1:12 am

Luz p’ra nós mestre!

Camila Ribeiro
01/02/2021 1:28 pm

Muito top, gratidão mestre, Luz pra nós!

João Judá Oliveira Pereira
01/02/2021 1:38 pm

Gratidão 🙏🏼
Luz p’ra nós!✨

Leonardo Moreira
01/02/2021 1:48 pm

Luz P’ra Nós!

Gustavo Borba
01/02/2021 8:53 pm

Vou dar uma sintonizada agora! Assunto top!
Luz p’ra nós!

Pedro Silveira Goulart Cassiano
03/02/2021 4:13 am

Obrigado mestre,luz pra nós!

André Dias
04/02/2021 2:07 pm

Obrigado pelo conhecimento, muito boa a explicação!
Luz p’ra nós !!!

José
04/02/2021 3:07 pm

Luz pra nós

Fábio souza
05/02/2021 8:11 pm

Obrigado Mestre, assisti a live, e hoje vi o texto que ficou bem clara as questões, mesmo sendo um texto delicado para compreender ficou muito logica a explicação.
Damos graças! ♥

Marcio Alves Otero Barco Jr
09/02/2021 4:59 pm

Luz p’ra nós

Michelly
Admin
13/02/2021 10:00 am

Luz p’ra nós!

error

Seja caminho para a Verdade

28
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas