dom. set 22nd, 2019

Assis: Fazei-me instrumento de vossa Paz (Metamorfose Viva)

Compartilhe a Verdade:


“Senhor, fazei-me instrumento de vossa Paz.”

Foi assim que quase tudo começou para mim..
(Ouça o podcast no fim do post)

Oração a São Francisco de Assis

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.

Onde houver ódio, que eu leve o amor;

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;

Onde houver discórdia, que eu leve a união;

Onde houver dúvida, que eu leve a fé;

Onde houver erro, que eu leve a verdade;

Onde houver desespero, que eu leve a esperança;

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;

Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, Fazei que eu procure mais

Consolar, que ser consolado;

compreender, que ser compreendido;

amar, que ser amado.

Pois, é dando que se recebe,

é perdoando que se é perdoado,

e é morrendo que se vive para a vida eterna.

Vida de São Francisco

Na juventude de Francisco, por volta de seus vinte anos, uma guerra começou entre as cidades italianas chamadas Perugia e Assis. Ele queria combater em Espoleto, entre Assis e Roma, mas caiu enfermo. Durante a doença, Francisco ouviu uma voz sobrenatural. Esta lhe pedia para ele “servir ao amor e ao Servo”. Pouco a pouco, com muita oração, Francisco sentiu em seu coração a necessidade de vender seus bens e “comprar a pérola preciosa” sobre a qual ele lera no Evangelho.

Certa vez, ao encontrar um leproso, apesar da repulsa natural, venceu sua vontade e beijou o doente. Foi um gesto movido pelo Espírito Santo. A partir desse momento, ele passou a fazer visitas e a servir aos doentes que sem encontravam nos hospitais. Aos pobres, presenteava com suas próprias roupas e também com o dinheiro que tivesse no momento.

O Chamado

Num dia simples, mas muito especial, num momento em que Francisco rezava sozinho na Igreja de São Damião, em Assis, ele sentiu que o crucifixo falava com ele,  repetindo por três vezes a frase que ficou famosa: “Francisco, repara minha casa, pois olhas que está em ruínas”. O santo vendeu tudo o que tinha e levou o dinheiro ao padre da Igreja de São Damião, e pediu permissão para viver com ele. Francisco tinha vinte e cinco anos.

Pedro Bernardone, ao saber o que seu filho tinha feito, foi busca-lo indignado, levou-o para casa, bateu nele e acorrentou-o pelos pés. A mãe, porém, o libertou na ausência do marido, e o jovem retornou a São Damião. Seu pai foi de novo buscá-lo. Mandou que ele voltasse para casa ou que renunciasse à sua herança. Francisco então renunciou a toda a herança e disse: “As roupas que levo pertencem também a meu pai, tenho que devolvê-las”. Em seguida se desnudou e entregou suas roupas a seu pai, dizendo-lhe: “Até agora tu tem sido meu pai na terra, mas agora poderei dizer: ‘Pai nosso, que estais nos céus”.

Sabedoria divina

Certa vez, São Francisco de Assis, sentindo-se fortemente tentado pela impureza, deitou-se sem roupas sobre a neve. Outra vez, num momento de tentação ainda mais violenta, ele rolou sobre espinhos para não pecar e vencer suas inclinações carnais.

Sua humildade não consistia simplesmente no desprezo sentimental de si mesmo, mas na convicção de que “ante os olhos de Deus o homem vale pelo que é e não mais”. Considerando-se indigno do sacerdócio, São Francisco de Assis apenas chegou a receber o diaconato. Detestava de todo coração o exibicionismo.

São Francisco de Assis e os animais

A proximidade de Francisco com a natureza sempre foi a faceta mais conhecida deste santo. Seu amor universalista abrangia toda a Criação, e simbolizava um retorno a um estado de inocência, como Adão e Eva no Jardim do Éden.

———-

Esta musica, escrita em 2014, cita um pouco desse momento expressado:

Metamorfose – Testemunho

“Mais um capitulo de uma vida.
Nessas linhas um testemunho, é sem rascunho.
Pois não há tempo para outra escrita.
Dias mais curtos, mas tão belos.
Em casa, a sós, me interno na vigília, relatando minha bula ao mundo.
Abro meu livro e externo tudo, nessa carta.
Pensando em quem eu amo, enquanto lagrimas molhas as palavras.
E ao observar a existência da sacada,
Percorrendo o chão da ilusão, vivendo em vão.
Devo gritar para desperta-las?
Devo agir como JESUS agiu?
Como ASSIS?
2014 
E eu deixo aqui minhas pegadas
…”

Ajudem no Merch
Luz p’ra nós.

Compartilhe a Verdade:


9
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




9 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
Douglas CeronRaquel BrollMarcio Alves Otero Barco JuntorRafael Isaac Franchinigian lucas marreiro oliveira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Sayler Céfas 666
Membro

Luz p’ra nós
Muito magica a oração irmão
Obg pela vibe.

gian lucas marreiro oliveira
Membro
gian lucas marreiro oliveira

Sou de Canindé CE segundo maior santuário franciscano do mundo.
LUZ pra nós!

Gustavo Kraemer
Editor

Luz pr’a nós!
Ótima ideia, curiosidade pra saber o que está se passando por ai e pelas diversas histórias não falta!

Eduardo L. F.
Membro
Eduardo L. F.

Que sonzeira ali do testemunho mano, parabéns.

Leandro Quantum Oliveira.
Admin

Amém…
Luz p’ra nós!

Rafael Isaac Franchini
Membro
Rafael Isaac Franchini

A primeira vez que ouvi falar de são Francisco de Assis, foi quando estávamos voltando da fazenda Nova Atlântida, paramos para almoçar e então o irmão Renan desdobrou conosco sobre São Francisco de Assis, foi uma honra ! Sempre que escuto – Testemunho me lembro desse dia , dessa conversa e de Assis … O sentimento que vibro é de muita gratidão 🙏 vou levar para sempre no meu coração mestre Renan ! É revigorante para a fé.
Luz p’ra nós!

Marcio Alves Otero Barco Jr
Membro
Marcio Alves Otero Barco Jr

Post incrível!

Raquel Broll
Membro

Muito lindo seu trabalho mestre! Luz pra nós

Douglas Ceron
Editor

Um post cheio de graça! Que magnitude, mestre Renan. Gratidão por nos agraciar com seu trabalho e energias. Lux heil!