Argentina embarca na produção estatal de maconha para uso medicinal

Compartilhe a Verdade:


Jujuy, uma província que faz fronteira com a Bolívia, de pouco mais de 700.000 habitantes, será a primeira da Argentina a cultivar sem restrições legais maconha para uso medicinal. O Governo local conseguiu a autorização nacional para importar sementes e iniciar testes piloto em uma fazenda de propriedade pública, passo anterior à elaboração e distribuição do óleo da cannabis.

O Congresso argentino aprovou em março de 2017 uma lei que autoriza o uso medicinal da maconha.

O Governo de Jujuy prometeu que com a Cannabis Avatãra cumprirá o capítulo da lei que habilita a produção nacional de óleo de cannabis. “A ideia é que o Estado seja um fornecedor seguro”, diz Gastón Morales, presidente da empresa pública e filho do governador da província, o governista Gerardo Morales. A previsão é produzir 300.000 litros de óleo em cinco anos, suficientes para abastecer o mercado local e exportar os excedentes.

“Qualquer avanço é bom, porque hoje todas as mães vão ao mercado clandestino ou precisam cultivar”, diz María Elena Vildoza, da Cannabis Medicinal Jujuy. María Elena é a mãe de Gael, um garoto de quatro anos que sofre de epilepsia refratária. “Quando não pudemos comprar maconha por seu preço alto no mercado, deixamos de dar a ele a dose durante um tempo. Gael então voltou a convulsionar, começou a se isolar e parou de se alimentar. Com o óleo voltou novamente à vida”, diz.

Compartilhe a Verdade:


2
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Admin bar avatarDouglas Ceron Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Douglas Ceron
Membro

Qualquer avanço neste sentido é realmente positivo. Estes tabus sobre a erva do diabo precisam enfraquecer perante os fatos! Avante hermanos!
Luz pra nós!

Admin bar avatar
Membro
Richard Maquiavel

A ervinha só no avanço