A contagem regressiva começa pela morte da UNRWA

Compartilhe a Verdade:


UNRWA (Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina).

Depois de meses de especulações sobre as observações contraditórias feitas por autoridades e porta-vozes americanos sobre a intenção da Casa Branca de pôr fim ao mandato da UNRWA, os Estados Unidos anunciaram que estão retendo todos os pagamentos futuros à organização.

“A administração revisou cuidadosamente a questão e determinou que os Estados Unidos não farão contribuições adicionais à UNRWA”, anunciou o Departamento de Estado dos EUA.

Justificando sua decisão, os EUA disseram que a UNRWA é atormentada pela corrupção e que suas políticas fiscais são “irremediavelmente falhas”. A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, acrescentou que o governo Trump “revisou cuidadosamente a questão e determinou que os Estados Unidos não farão contribuições adicionais à UNRWA”.

Qualquer um com algum conhecimento da atual administração dos EUA reconheceria que essa não é a verdadeira razão que levou a administração americana a tomar essa decisão desastrosa.

A América tem feito por décadas o seu melhor para proteger e defender Israel às custas dos direitos humanos palestinos e do direito internacional, no entanto, a atual administração deu um passo adiante. Sob Trump, os EUA estão executando as políticas de Israel em nome de Tel Aviv, começando por reconhecer Jerusalém como a capital indivisa de Israel.

Os EUA também impuseram sanções ao Irã a mando de Israel , uma política que deve ser reforçada nos próximos meses, e agora terminou seus pagamentos anuais aos refugiados palestinos.

“Os EUA fizeram algo muito importante ao interromper o financiamento para a agência de perpetuação de refugiados conhecida como UNRWA”, disse o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu . “Está finalmente começando a resolver o problema … Esta é uma mudança muito bem-vinda e importante e a apoiamos”, acrescentou.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ouve o líder espiritual Rabi Ovadia Yosef no bar mitzvah

É evidente que a decisão dos EUA é um grande passo para erradicar a questão palestina e mudar os fatos no terreno em futuras negociações sobre o conflito entre Israel e a Palestina; em particular o direito palestino de retorno.

O porta-voz do Ministério do Exterior de Israel, Emmanuel Naasson , destacou isso quando disse: “UNRWA perpetua o mito do estado eterno ‘refugiado’ dos palestinos … UNRWA é parte do problema, não da solução.”

Os passos dados por Israel no terreno e pelos EUA nos círculos diplomáticos são tentativas de quebrar a vontade palestiniana, aumentar as divisões e forçar a submissão. Eles ecoam o tweet de Netanyahu : “No Oriente Médio, e em muitas partes do mundo, existe uma verdade simples: não há lugar para os fracos. Os fracos desmoronam, são abatidos e são apagados da história enquanto os fortes, para o bem ou para o mal, sobrevivem. Os fortes são respeitados e as alianças são feitas com os fortes e, no final, a paz é feita com os fortes ”.

Como a crise de financiamento da UNRWA se torna mais intensa, os serviços que ela oferece aos palestinos serão reduzidos, crianças, mães grávidas e uma futura geração de refugiados palestinos pagarão o preço. A educação pode ser interrompida, pois fundos limitados podem ser insuficientes para administrar escolas nos territórios ocupados e nos campos de refugiados nos países vizinhos. A economia palestina e o estado futuro serão fracos como resultado.

Em um e-mail vazado, genro de Trump e conselheiro sênior, Jared Kushner encorajou Israel a rever os acordos relativos às operações da ONU para que os países árabes não possam intervir para preencher o vazio financeiro deixado pelos EUA. O prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, já respondeu aos chamados e disse: “Eu pretendo expulsá-lo [da UNRWA] de Jerusalém”.

Com isso, vemos o começo do fim da UNRWA.

Líder espiritual Rabi Ovadia Yosef no bar mitzvah

Compartilhe a Verdade:


8
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




6 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
João PedroPedro SaintsAlexandre BoscoSayle jr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Josimar Lima
Editor

Pena. O coletivo não ter acesso ou não se interessar por falta de direção né, por esses assuntos …
Todos defendendo EUA e israel sem entender o que ta por detrás da cortina . Mas awui vamos nós mostrando a verdade e que muitos possam chegar awui e ve la.

Alexandre Bosco
Membro

Irmão o foda é que é tão nítido e ninguém enxerga!

Sayler Céfas 666
Membro

Esses malditos deixam bem claro seu racismo contra os palestinos e contra o mundo!
Favorecem todo o mercado internacional a favor da falsa israel

Impõe várias sanções na Palestina e ninguem fala nada porque é crime!

João Pedro
Membro

Parece que eles mesmos querem que todos saibam, aos poucos, que eles são os vilões que estavam enganado a humanidade por todo esse tempo. E o pior é que quem tem rabo preso com eles os defendem e distorcem a realidade.

Membro

Tem que respirar fundo depois de ler essas atrocidades de Israel/ Estados Unidos. Criam guerras, sanções, exterminam milhares de vida e ainda conseguem se safar e fazer com que a maioria das pessoas defendam suas causas. Isso é repugnante! A justiça se fará e eles pagaram por todas as maldades.

Alexandre Bosco
Membro

Achava que esse Yosef já havia falecido, mas enfim esses negócios são fria!!!!

Pedro Sora
Editor

só tenho uma coisa a dizer, como na imagem, os eua ordenada pelo trump é o pirata querendo jogar os palestinos na prancha pra esse tubarão narigudo judaico.
rabino maldito! logo veras o povo levantando!

João Pedro
Membro

A cada movimento político que ligue Israel ao EUA e vice versa fica claro que falsos judeus sionistas conspiraram e estão conspirando contra todos os povos gentios e inclusive os judeus que serão salvos.