ter. out 22nd, 2019

Produzindo brotos: Um potente suplemento vitamínico

Compartilhe a Verdade:


Os brotos são sementes de vegetais e legumes em um estágio avançado de germinação, por isso concentram muitas vitaminas e nutrientes. Esses grãos germinados, embora sendo pequenos em tamanho, são enormes em termos nutricionais, de modo que a sua inclusão na dieta fornece grandes benefícios.

Eles são colhidos e consumidos na fase mais precoce do crescimento, essa é sua maior característica e faz ser o que ele é pois, desse modo, eles contêm maior concentração de vitaminas, minerais e fitonutrientes em comparação aos vegetais já crescidos.

Graças à alta concentração de enzimas que os brotos e grãos germinados possuem, cerca de 100 vezes mais do que os vegetais crus e crescidos, e entre suas vantagens estão:

– Aumento do metabolismo e a capacidade de melhorar o processo digestivo;

– Previne a anemia, beneficiando a atividade enzimática em todo o corpo;

– Auxilia na perda de peso e no controle da diabetes;

– Reduz o colesterol e reduzir a pressão arterial;

– Promovem a saúde da pele;

– Ajuda na visão e apoia o sistema imunológico

– Combate gripe e resfriados;

– Aumenta as reservas de energia, devido ao índice de enzimas que combatem o cansaço e desanimo;

– Purificam o sangue, de forma que agem na desintoxicação do corpo.

Com todos esses benefícios, cultivar brotos se torna uma opção saudável além de ser muito simples e econômico além de exitir uma ampla variedade de sementes que podem ser usadas para esta finalidade como:  arroz, gergelim, lentilha, trigo,  girassol, feijão,  alfafa, brócolis, rabanete, repolho, cebola, mostarda, entre outros.

 

Como germinar os grãos de sua escolha:

1- Coloque de uma a três colheres de sopa de grãos em um vidro e cubra com água pura, sem cloro;

2- Deixe de molho por uma noite (o girassol sem casca só precisa de quatro horas e a linhaça de apenas três horas);

3- Cubra o vidro com um pedaço de filó (tule, tela, ou algo que possa escorrer a água sem vasar as sementes), e prenda com um elástico. Despeje a água e enxágue bem sob a torneira;

4- Coloque o vidro inclinado num escorredor com a boca para baixo e cubra com um pano (o pano é opcional);

5- Enxágue duas vezes ao dia: de manhã cedo e à noite;

6- Os grãos germinados estarão prontos para ser comidos ou plantados após um período variável:

Agrião: de seis a oito dias;

Alfafa: de três a quatro dias;

Arroz: de quatro a cinco dias;

Feijão-azuki: de quatro a cinco dias;

Gergelim: de dois a três dias;

Girassol sem casca: logo que amolecer com a água;

Lentilha: de três a quatro dias;

Trigo: de dois a quatro dias;

Como cultivar os brotos:

1- Coloque os grãos de molho e deixe germinar (como explicado acima);

2- Encha uma bandeja com terra vegetal ou algodão umedecido;

3- Espalhe os grãos germinados numa única camada e umedeça bem;

4- Cubra com um plástico escuro ou com outra bandeja durante três a quatro dias. Se necessário, umedeça a terra/algodão;

5- Descubra os brotos e os exponha à luz do dia, regando delicadamente para que a terra permaneça úmida;

6- Os brotos estão bons para consumo entre e 15 dias.

Os grãos mais fáceis de brotar são agrião, alfafa, centeio, girassol, feijão e trigo.

Também podemos plantar (em recipientes ou vasos) rabanete (as sementes dessa hortaliça ficam de molho, mas não precisam germinar), alho, cenoura, beterraba, etc.

Conseguimos, assim, brotos ricos em clorofila e substâncias vivas.

Os brotos podem ser consumidos em saladas, refogados, sucos e também dão um toque especial na preparação das receitas. Basta usar a criatividade na preparação e usufruir de todo o sabor e benefícios que eles nos proporcionam.

Abaixo segue um vídeo de apoio para realizar os procedimentos:

 

 

Compartilhe a Verdade:


13
Deixe um comentário

Please Login to comment
12 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
Admin bar avatarJoão PedroJucemar MelloSayle jrArthur Luighe Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Romário Vieira
Membro
Romário Vieira

Viva a mãe natureza!
Luz pra nós!

Rafael Gustavo
Membro
Rafael Gustavo

Tem um livro bem legal sobre alimentação crua e fala bastante sobre beneficios e como preparar germinados, alem de receitas, o nome é ” lugar de medico é na cozinha”

Freit EDL
Membro

Já dizia Hipócrates, “Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”

Ótimas dicas..

Igor santos
Membro

Perfeito💚

Douglas Ceron
Editor

Cara! Que demais isso! Sempre gostei de “roer” brotinhos novos de qualquer tipo de semente comestível na horta da minha mãe quando eu era criança, e até hoje sou muito ligado em tudo que se refere a coisas naturais. Esse tipo de post me deixa cheio de vitalidade. Pois fica evidente o poder das plantas dentro de cada um de nós, afinal, é nosso reino anterior e faz parte de nós intrinsecamente. Muito obrigado pelo Lindo compartilhamento!

Membro

Que maravilha essa publicação! Muitos são os benefícios de se alimentar de brotos e ainda ganhamos a magia ritualística de todo o processo, nos conectando cada vez mais com a natureza. Grata

Pedro Sora
Editor

Muito boas dicas! ate anoto aqui! kk

Arthur Luighe
Membro
Arthur Luighe

É muito bom mexer com a terra. Gosto muito de hortas

Sayler Céfas 666
Membro

Gostei tudo q vem da terra é santo ♥

Jucemar Mello
Membro
Jucemar Mello

Nossa eu sempre vi esses brotinhos em vários lugares e nunca me dei a oportunidade de degustar. Ali no brotinho está toda a grandeza da criação, toda energia concentrado em um pequeno ponto em expansão! Maravilhoso post!!

João Pedro
Membro

Curioso isso né?! muito bom mesmo esse post!

João Pedro
Membro

Quem diria que possa ser tão forte a alimentação baseada em brotos, são como as “sementes dos deuses” em Dragon Ball.

Admin bar avatar
Membro
Henrique Barboza Vaz

Ótimas informações, são saúde e vida! Luz pra nós!