Alimentos mais ricos em ferro do que a carne

Compartilhe a Verdade:


A dose diária recomendada de ferro que um adulto precisa é entre 8 e 27 miligramas por dia, porém, quem prefere optar por uma dieta sem o consumo de carne deve se atentar às substituições de alimentos para que consiga promover uma alimentação ainda mais saudável e leve, além de trazer diversos benefícios para a sua nutrição.

Uma dieta sem carne e abastada de fitoquímicos de vegetais permite que o corpo produza menos radicais livres, prevenindo inflamações nas células e consequentemente diminuindo o risco de doenças crônicas e cardiovasculares.

Um dos principais problemas de uma dieta sem carne é a quantidade reduzida de ferro que consumimos. Ainda assim, há uma variedade de legumes e verduras que possuem mais ferro que as próprias carnes. Cada 100 gramas de carne têm cerca de 1,2 miligrama de ferro, isso é uma quantidade escassa se considerarmos a quantidade que teríamos que ingerir para evitar a insuficiência desse nutriente.

Os seguintes vegetais e alimentos podem fornecer muito mais ferro do que a carne, além de auxiliarem para que uma dieta sem carne não deixe de ser podre em nutrientes ou, especialmente, menos saudável:  

 

Espinafre:

Três xícaras de espinafre têm cerca de 18 miligramas de ferro.

Essa dosagem pode ser dividida em várias refeições ou consumida em menor quantidade diária. O espinafre também é rico em fibras, e vitaminas A, C, E e K, sendo esta última a responsável em manter a saúde da matriz óssea, melhorando a absorção de cálcio.

 

Brócolis:

Brócolis tem 0,7 miligrama por 100 gramas.

Apesar de parecer pouco, boa parte do brócolis é composto de fibras, além da zeaxantina, o betacaroteno, a vitamina A, o fósforo e outras vitaminas do complexo B, C e E são benéficos para a saúde dos olhos.

 

Lentilha:

Uma xícara de lentilhas tem 18 miligramas de ferro.

A lentilha é uma opção maravilhosa quando se quer evitar a anemia, pois, possui uma grande quantidade de ferro e ácido fólico, nutrientes importantes na composição da hemoglobina.

 

Soja:

Uma xícara de soja tem cerca de 8,8 miligramas de ferro e uma porção tem entre 10 e 19 gramas de proteína.

A soja também é rica em cálcio, fósforo e magnésio, além de reduzir o colesterol ruim, devido à presença de fibras e isoflavonas.

Sendo mais saudável optar por soja orgânica e não transgênica.

 

Ervilha:

Rica em hidratos de carbono complexos, fibras, fósforo e potássio, a ervilha tem cerca de 5 miligramas de ferro por copo.

Por ser de baixo índice glicêmico, a ervilha atua na prevenção contra o diabetes, e seus antioxidantes possuem um potencial anti-inflamatório que servem para a regulação dos níveis de açúcar no sangue.

 

Couve:

Esta verdura possui 3,6 miligramas de ferro para cada três xícaras que você consumir.

A couve possui muitos antioxidantes, além de ser rica em ácido fólico, uma vitamina essencial para a gravidez, pois ajuda no desenvolvimento da medula dos bebês durante a gestação.

 

Acelga:

Junto com toda a vitamina A que você vai consumir, cada xícara de repolho chinês tem aproximadamente 1,8 miligrama de ferro.

O vegetal ainda é classificado como um alimento anti-hipertensivo por conter em sua composição minerais fundamentais para a boa circulação, a saúde dos vasos sanguíneos e o controle dos batimentos do coração.

 

Batata-doce:

Uma única batata-doce cozida tem mais ferro do que 100 gramas de frango.
 
As fibras contidas neste alimento são essenciais para ajudar a controlar o apetite, queimar gorduras, manter uma digestão saudável e reconstruir os músculos.

Gergelim:

Uma colher de sopa de gergelim tem 1,3 miligrama de ferro.

Sendo uma ótima opção para consumir o ferro que você precisa, porque você pode usá-lo em saladas, pães e até doces. O gergelim também atua evitando a formação de placas bacterianas, quando usado em forma de óleo. O fósforo presente nos grãos ajuda a manter os ossos e dentes mais fortes.

 

Grão-de-bico:

Com 4,7 miligramas de ferro por xícara, é uma opção muito saborosa e fácil de obter o ferro, sendo um ótimo aliado para o cardápio diário.

As fibras solúveis do grão de bico ajudam a diminuir os níveis de colesterol. A ingestão diária de ¾ de xícara da leguminosa durante o período de um mês já ajuda a reduzir o teor de colesterol total, colesterol LDL (ruim) e triglicérides.

Compartilhe a Verdade:


5
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




5 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Leandro Quantum Oliveira.Kaique FreitasDriDouglas CeronEduardo Donald Neto Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Dri
Membro
Dri

Gostei da matéria hein!! Luz pra nós!!

Edu
Membro
Edu

Belo post irmãnzinha!
Luz pra nós!

Douglas Ceron
Membro

magnífico. Nao fico sem couve. ^^ Lux heil!

Freit EDL
Membro

Super importante saber disso!

Leandro Quantum Oliveira.

É sem dúvida uma ótima matéria.
Lux p’ra nós!